18/10/2023 às 09:29h
Deputado ‘desconfia’ de cestas básicas e cobra o governo de MT

O deputado estadual Valdir Barranco (PT) cobrou da secretária do Estado de Assistência Social e Cidadania (Sestasc), Grasielle Paes Silva Bugalho, informações sobre todo processo licitatório da gestão Mauro Mendes (União) para a compra de cesta básica entre os anos de 2019 e 2023. O principal questionamento do parlamentar é o fato de apenas 3 empresas estarem dominando os contratos.

 

O requerimento já foi aprovado pela Assembleia Legislativa (ALMT) e a pasta terá 30 dias para apresentar todos os documentos. De acordo com o parlamentar, as informações deverão ser pormenorizadas e detalhadas de todos os processos licitatórios, com a respectiva modalidade, “em que as empresas Flor de Maio Comércio Varejista de Produtos Alimentícios Eirelli, Royal MT Comércio Varejista e Atacadista de Produtos Alimentícios participaram e/ou sagraram-se vencedoras do certame”

 

Segundo o parlamentar, o objetivo é acompanhar e fiscalizar o enorme valor das compras com recursos públicos.

 

“Eu tenho essa preocupação porque está sendo muito recurso disponibilizado para tais compras. Nós temos uma população muito vulnerável, e nós estamos vendo o governo praticando assistencialismo, mas sem nenhuma política concreta para transformar a realidade dessa população”, disse Barranco.

 

Segundo ele, há um volumoso recurso para compra de cestas básicas sem nenhuma política que permita que os assistidos da Secretaria de Estado deixe de depender da distribuição de alimentos e isso não mudará a realidade do Estado "Apesar de bonito, não traz uma mudança concreta”, acrescenta o parlamentar.

 

O deputado também quer que o Estado explique os critérios para escolha e distribuição dos alimentos. “Cuiabá por exemplo, não tem esse convênio com o Estado. Como é feita a distribuição?. Será que tem interesses eleitoreiros? Precisamos saber”, completa. “E se analisarmos, são sempre as mesmas empresas. Elas têm ligação entre si? Seria a constituição de um cartel? Precisamos saber. Por isso estou solicitando informações”, finaliza.

 

Outro lado 

Procurada, a assessoria da Sestasc afirmou que ainda não foi notificada, mas que assim que chegar o pedido, o jurídico buscará responder todos os questionamentos.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2024 - Grupo Nova Visão de Comunicação -CNPJ 07.296.611/0001-78 - Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121