06/05/2023 às 12:24h
MPF apura omissão de prefeito em invasão de assentamento no interior de MT
Vinicius Mendes/GD

Em portaria publicada no Diário do Ministério Público Federal (MPF) de quinta-feira (4), o procurador da República Rodrigo Pires de Almeida converteu em inquérito civil um procedimento preparatório para apurar suposta omissão do prefeito de Diamantino (208 km a Médio-Norte), Manoel Loureiro Neto, com relação à invasão ao Projeto de Assentamento Caeté. Também é alvo do inquérito o secretário municipal de Agricultura, Edson da Silva.  

 

O procedimento preparatório foi instaurado no ano passado a partir de representação feita por Maria de Fátima Simonini Molina e Marcos Pedro da Silva. Segundo noticiaram, houve invasão no Projeto de Assentamento Caeté, em uma área coletiva denominada “Predinho”, supostamente a mando de Mailza Aparecida Lopes.  

 

Denunciaram ainda que houve omissão do prefeito e do secretário de Agricultura de Diamantino na adoção de providências para a retomada da área.  

 

Para continuar a apuração da denúncia o representante do MPF então converteu em inquérito civil o procedimento preparatório.  

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2024 - Grupo Nova Visão de Comunicação -CNPJ 07.296.611/0001-78 - Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121