29/09/2021 às 12:44h
Informante da polícia, jovem foi 'picotado' por membros do Comando Vermelho; dois estão presos
VÍSCERAS EXPOSTAS
Jessica Bachega e Yuri Ramires/GD




Delegacia de Homicídios prendeu dois homens apontados como autores do assassinato de João Gabriel Silva de Jesus, 20, em dezembro de 2018. Membros do Comando Vermelho o mataram após descobrirem que ele era informante da polícia. João foi ‘picotado’ pelos assassinos e o crime chocou pela brutalidade.

Em coletiva à imprensa, o delegado Caio Albuquerque confirmou a versão de que a motivação do grupo e afirmou que além dos dois presos, outros dois estão foragidos. Todos moravam no mesmo bairro e se conheciam. Apesar disso, a vítima não tinha passagens criminais e não era batizado dentro da facção.

Consta na investigação que João foi atraído até uma casa do bairro Jardim Eldorado e lá foi espancado até a morte. Depois disso, ainda foi baleado e teve o corpo jogado em um terreno na cidade de Várzea Grande. O cadáver foi encontrado ‘picotado’ com as vísceras expostas.

“Eles agiram com crueldade para demonstrar força, para gerar medo e também o sentimento de poder. Mas, do outro lado estamos nós, a polícia, a equipe da DHPP e prendemos os executores diretos”, lembrou o delegado.

Na operação, buscas e apreensões foram realizadas em casas dos bairros Asa Branca e Eldourado, polícia identificou ainda quem deu apoio ao crime e destacou “que se trata mesmo de uma organização criminosa”.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121