23/07/2021 às 12:25h
'Prévia da inflação' fica em 0,72% em julho, a maior para o mês desde 2004...
IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor - Amplo 15), considerado uma prévia da inflação oficial (IPCA), foi de 0,72% em julho, puxado pela alta de 4,79% da energia elétrica. Em junho, a taxa registrada foi de 0,83%. 

Essa foi a maior variação para um mês de julho desde 2004, quando o índice foi de 0,93%.
No ano, o índice acumula alta de 4,88% e, em 12 meses, de 8,59%. Em julho de 2020, a variação havia sido de 0,30%.

 Os dados foram divulgados hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A meta do Banco Central para a inflação neste ano é de 3,75%, com margem de 1,5 ponto percentual para mais ou menos, ou seja, podendo variar entre 2,25% e 5,25%. 

Conta de luz Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, sete tiveram alta de preços em julho. O maior impacto e a maior variação (2,14%) vieram do grupo de habitação, influenciado pela alta da energia elétrica. 

A bandeira tarifária vermelha patamar 2 vigorou nos meses de junho e julho, mas, a partir de 1º d.
Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121