12/05/2021 às 12:19h
Vereador do interior de Mato Grosso é acusado de furtar cartão de paciente idoso idoso
 GD

A Polícia Civil em Rio Branco (356 km a oeste de Cuiabá) deflagrou nesta terça-feira (11) a Operação “Luva Branca” para cumprimento de mandado de busca e apreensão e indisponibilidade de bens em desfavor de um vereador do município de Lambari d’Oeste, que é investigado por furto qualificado.

A operação teve origem em investigações realizadas pela Delegacia da Polícia Civil de Rio Branco que apurou que vereador, que também é técnico de enfermagem do município, teria, durante o gozo de licença prêmio, se utilizado do cargo para enganar um idoso e subtrair seu cartão de crédito.

Segundo a vítima, o vereador marcou uma consulta que não foi solicitada por ela. Durante a realização de um exame, o servidor público pediu que o idoso fechasse os olhos por 15 minutos.

 

Após a consulta, a vítima foi ao banco e não encontrou seu cartão magnético. Para sua surpresa, ao tentar pedir o bloqueio do cartão, o idoso descobriu que alguém estava utilizando-o para realizar saques em sua conta bancária.

 

Ao conferir as filmagens da agência bancária, os policiais civis descobriram que o suspeito era o vereador e foi a única pessoa que esteve no banco no momento em que os saques foram realizados.

Em decorrência da operação, o vereador teve bens bloqueados em quantia equivalente ao prejuízo causado à vítima. Os policiais cumpriram busca em sua residência para localização do cartão bancário subtraído e de outros elementos que possam auxiliar a Polícia Civil no esclarecimento dos fatos.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121