23/04/2021 às 10:06h
Desembargadores assumem comando do TRE em Mato Grosso
Allan Mesquita/GD

Os desembargadores Carlos Alberto Alves da Rocha e Nilza Maria Póssas de Carvalho foram empossados nos cargos de juízes-membros pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, na noite desta sexta-feira (23). Ambos irão comandar a Justiça Eleitoral de Mato Grosso no biênio 2021/2023.


A solenidade foi realizada de forma virtual com a presença de diversas autoridades e representante de poderes. Os magistrados assumem a vaga do presidente do TRE, desembargador Gilberto Giraldelli e do vice, Sebastião Barbosa Farias, que deixam o cargo no dia 26 de abril.


Após ouvir as felicitações dos convidados de forma remota, Alberto fez o uso das palavras em seu nome e da desembargadora Nilza Maria. O magistrado iniciou falando sobre a crise provocada pela da covid-19 e homenageou os profissionais que atuam na linha de frente da pandemia.


"Quis o destino que nossa posse ocorresse de forma inédita por meio do meio virtual, marcando uma era certamente de inovações, mas também nos trouxe o momento delicado que estamos vivendo da pandemia hoje. O seu impacto é sentido em todos os setores e de imediato quero deixar minha solidariedade a todos que sofrem de alguma forma. A perda de parentes e amigos tem sido a nossa maior dor de nesse momento. Aliado a ciência, só a fé, a crença e o ser maior nos dará força para continuar a luta", iniciou.


Na sequência, o ex-presidente do Tribunal de Justiça também recordou momento histórico de sua magistratura e da Justiça Eleitoral do Estado. "O TRE de Mato Grosso tem uma rica trajetória, sempre dirigida pela marca do dinamismo, avanços e ações que tornam as eleições mais transparentes e rápida e modernas", complementou.


Os desembargadores ainda acrescentaram que atuaram fortemente no combate a Fake News durante o pleito eleitoral e também prometeram desenvolver ações contra a corrupção, improbidade administrativa e aos ilícitos eleitorais. "A justiça está a frente do combate a Fake News e contará com a ajuda de toda a população mato-grossense para acabar com esse campo que é difundido somente por aqueles que não querem a democracia plena em nosso Brasil... Não podemos admitir mais qualquer ato que possam fraudar o processo eleitoral", finalizou.

 

TRE-MT
A Corte do TRE é composta por sete juízes-membros efetivos, sendo dois desembargadores (escolhidos dentre os membros do Tribunal de Justiça de Mato Grosso), dois juízes de Direito (também escolhidos pelo TJ), um juiz federal (escolhido pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região); e dois advogados (indicados pelo TJMT e nomeados pelo presidente da República, escolhidos pelo notável saber jurídico e idoneidade moral).

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121