14/04/2021 às 06:06h
Ocupação de UTIs covid em hospitais particulares na Capital chega a 89%
Jessica Bachega

A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nos hospitais particulares de Cuiabá tem caído nas últimas duas semanas. O boletim divulgado pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso (Sindessmat), na manhã desta quarta-feira (14) aponta para ocupação de 89% para leitos de UTI exclusivos para covid-19.

 

O número é menor que o divulgado no último balanço, na semana passada, que mostrou lotação em 95%.


Segundo o sindicato, a taxa de ocupação dos leitos de internação em enfermaria está em 71,3%, enquanto que na semana passada estava em 84%.


O sindicato alertou que agora, além de preocupação com UTIs, a busca é por insumos para tratamento dessas pessoas, que estão em falta em todo o país.


“O Sindessmat reforça que neste momento, atua em conjunto com as entidades para conseguir a aquisição e importação de medicamentos para tratamento de pacientes com a covid-19, que estão com baixo estoque. O sindicato segue monitorando o comportamento do vírus no Estado”, informou nota divulgada.


Nos últimos dias, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) anunciou abertura de mais leitos de UTI públicos. De 535 vagas, o número subiu para 608 Unidades intensivas. Contudo, mesmo com a elevação dos leitos, a taxa de ocupação está no limite, com 97% de lotação. Ainda há uma fila de espera de 80 pacientes.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121