13/04/2021 às 12:30h
Rodrigo Caetano garante foco de Cuca em trabalho realizado no Atlético

Enquanto trabalha diariamente no comando do Atlético, o técnico Cuca vive situação complicada no âmbito pessoal. A mãe do treinador, Neide Stival, segue internada em Curitiba com COVID-19. Apesar da preocupação, o comandante segue focado nos treinamentos e jogos do alvinegro. Quem garante é o diretor de futebol do clube, Rodrigo Caetano.

“Ele vive, infelizmente, um momento delicado em relação à saúde de sua mãe. Espero que isso passe logo. São coisas que não se confundem, nem na cabeça dele e nem no trabalho dele. Isso eu posso afirmar”, disse o dirigente, em entrevista coletiva na Cidade do Galo.

Caetano garante que a situação de saúde da mãe do treinador não atrapalhou em nada o desempenho do Atlético no clássico perdido para o Cruzeiro, por 1 a 0, no último domingo. O diretor garante que o treinador sabe separar as situações.

“Uma coisa são os problemas pessoais que todos nós temos. Uns mais, outros menos. Situações graves, como é o caso da mãe dele, afetam o mundo inteiro, que é a Covid-19. O clube está tentando dar todo o apoio possível. Outra coisa é fazer uma ilação sobre o trabalho dele. O Cuca é um cara dedicado, que está aqui no dia a dia, vamos separar as coisas. É perigoso vincular um insucesso no clássico a um momento que ele vive, que não é segredo para ninguém”, completou.

Depois da derrota no clássico, Rodrigo Caetano se reuniu com Cuca por mais de duas horas. Entre os assuntos estava o planejamento para a Copa Libertadores, que começa na quarta-feira da próxima semana para o Galo. O diretor garante que o treinador se manteve focado durante toda a conversa.

“Para você ter ideia, ficamos mais de duas horas no Mineirão planejando os próximos jogos, jogos da Libertadores, buscando soluções. E ele está totalmente envolvido. Em momento algum ele não desviou o foco aqui. Ele deve ser exaltado por isso, primeiro por ter aceito o convite do Galo, estar à frente de um grande clube, com grandes exigências e grandes expectativas. Por tudo que viveu no clube, ele poderia negar o convite. Mas, pelo contrário, em uma ligação ele se mostrou disposto”, concluiu.

O planejamento do Atlético já foi definido pela diretoria. A tendência é que os reservas entrem em campo contra o Boa Esporte, domingo, às 16h, no Mineirão. Já classificado, o Galo precisa de um triunfo para garantir a liderança da primeira fase. Já na quarta-feira seguinte, o alvinegro visitará o Deportivo La Guaira, da Venezuela, pela rodada inicial do Grupo H da Copa Libertadores.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121