09/12/2020 às 09:55h
Maia diz que Bolsonaro ‘joga pesado’ para eleger Lira e anuncia bloco com seis partidos
Anne Warth

BRASÍLIA – O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta-feira, 9, que o governo Jair Bolsonaro vai “jogar pesado” para eleger o deputado Arthur Lira (Progressistas-AL) como seu sucessor e está disposto até mesmo a “rasgar o próprio discurso” econômico. A menos de dois meses do término de seu mandato à frente da Casa, Maia expôs todas as divergências com Bolsonaro e disse que o Palácio do Planalto trabalha para derrotá-lo na eleição, marcada para fevereiro de 2021.

“O governo está desesperado para tomar conta da presidência da Câmara, para desorganizar de uma vez por todas a agenda do meio ambiente, para flexibilizar a venda e entrega de armas neste País, entre outras agendas que desrespeitam a sociedade brasileira e as minorias”, afirmou o deputado. “A gente sabe que o governo vai rasgar o seu próprio discurso para derrotar o presidente da Câmara e jogar pesado para eleger o seu candidato”.

Lira lançou nesta quarta-feira sua candidatura. Horas depois, Maia anunciou um bloco com seis partidos (DEM, MDB, PSDB, Cidadania, PSL e PV) e 157 deputados para definir o candidato à sua sucessão, além de cargos na Mesa Diretora. O grupo ainda pode ser engordado com outras siglas, principalmente de oposição. São cotados para a cadeira de Maia os deputados Elmar Nascimento (DEM-BA), Aguinaldo Ribeiro (Progressistas-PB) e Baleia Rossi (MDB-SP). O vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira, (Republicanos-SP) decidiu deixar o grupo por achar que não teria apoio ali e agora quer entrar no páreo como “terceira via”. Ribeiro, por sua vez, é do mesmo partido de Lira e sua eventual candidatura abrirá uma crise.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121