26/11/2020 às 11:41h
Mais de quatro mil contratados receberão salários reduzidos
PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO
Khayo Ribeiro

Mais de quatro mil servidores contratados da Educação receberão menos que o programado relativo ao trabalho realizado em novembro. A redução no pagamento, segundo a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), se deve a problemas no lançamento da folha de pagamento.

 

 A pasta apontou que a parcela dos salários que não forem pagas relativas a novembro serão recompensadas na folha de pagamento do mês de dezembro. Diante da situação, o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep) encaminhou ofício à Secretaria cobrando explicações.

 

No documento, o Sindicato destaca que os descontos anunciados são relativos aos servidores contratados do segundo calendário. À reportagem, o presidente do Sintep, Valdeir Pereira, apontou que mais de quatro mil servidores estão inseridos nesta categoria.

 

 

O erro no lançamento integral dos salários teria ocorrido no Sistema Estadual de Administração de Pessoas (Seap). Segundo encaminhamento da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, os servidores que tiveram a vigência de seus contratos adiantada para o dia 18 de dezembro foram os atingidos pelo erro.

 

"Como são os contratos temporários são essas pessoas que ficaram sem auxílio emergencial, sem contrato até o mês de julho. Então, tem toda uma vida financeira que foi desorganizada durante este ano de 2020. E agora o governo simplesmente diz que não vai pagar e o mês que vem eu vou pagar. Mas esse pagar mês que vem significa receber ou no dia 31 de dezembro ou até no próximo ano, no mês de janeiro", afirmou o presidente do Sintep.

 

Dinheiro na conta

O governo anunciou que o salário de todos os servidores públicos estaduais ativos, inativos e pensionistas receberão os salário até sexta-feira (27). A folha liquida do mês de novembro chegou a R$ 483.712.241,61 Desse total R$ 307.789.961,22 são destinados ao pagamento de servidores ativos e R$ 175.922.280,39 para inativos e pensionistas. 

 

Receberão salários e proventos 111.858 pessoas. São 71.408 servidores ativos das administrações direta e indireta; enquanto inativos e pensionistas somam 40.450 pessoas.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121