25/11/2020 às 11:11h
Investigado por homicídio cometido há três anos, rapaz é preso pela Polícia Civil
A alegação para o crime foi de que a vítima havia ameaçado o autor do delito, quando ambos estiveram presos

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) prendeu nesta segunda-feira (24) um homem de 25 anos investigado por um homicídio cometido na Capital há três anos.

Em depoimento ao delegado que preside o inquérito, Caio Fernando Álvares Albuquerque, o investigado confessou com detalhes o crime que vitimou Wagner Yuri Corillo da Silva, 22 anos, ocorrido no bairro Jardim Vitória, em 2017. O investigado informou que cometeu o crime por ter sido ameaçado pela vítima quando os dois estiveram presos na Penitenciária Central do Estado, em 2016. Ele confirmou ainda que a história de vingança por um celular roubado, relatada na época do crime, não procedia e que um dos disparos foi efetuado contra as costas da vítima.

A investigação sobre o homicídio apurou que a namorada da vítima informou identidade falsa, em nome de Felipe Vagner Souza e Silva, a fim de ocultar um mandado de prisão que havia em aberto contra Wagner Yuri, que foi socorrido ainda com vida, mas morreu a caminho do Pronto-Socorro de Cuiabá.

A equipe da DHPP apurou ainda que no dia do crime, o investigado foi em uma motocicleta Honda Titan até a quitinete onde morava a vítima e a abordou já fazendo os disparos que atingiram orelha, costas e antebraço. A causa da morte foi hipovolemia (perda de sangue intensa). Ainda com vida, Wagner apontou que o investigado é que havia cometido o crime. Testemunhas ouvidas pela Polícia Civil confirmaram a informação dada pela vítima sobre o autor do crime.

Durante a apuração do crime, os investigadores conseguiram outras informações relevantes sobre o homicídio, mas havia temor de represália, pois o suspeito era envolvido em diversos roubos, que andava sempre armado e respeitado na região. Depois da morte da vítima, o investigado se mudou do bairro e passou a morar na zona rural.

Diante das informações coletadas na investigação, que demonstraram a autoria do delito, o delegado representou pela prisão do investigado, deferida pelo juízo da 12a Vara Criminal de Cuiabá.

O inquérito está em fase de conclusão e indiciamento do autor do homicídio.

Após ser localizado, ele foi levado à DHPP, onde prestou depoimento. Posteriormente, foi encaminhado para realização de exame de corpo de delito e em seguida foi para a unidade prisional do Capão Grande, em Várzea Grande.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121