06/09/2020 às 08:31h
Ex-ministros de Bolsonaro defendem operação Lava Jato
Poder360

O ex-juiz e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro compartilhou nas redes sociais o vídeo de uma passeata em defesa da operação Lava Jato, neste domingo (6.set.2020).

Em entrevista publicada neste domingo (6.set.2020) pelo jornal Correio Braziliense, Moro disse que a força-tarefa está ameaçada e depende de ação mais incisiva da PGR (Procuradoria Geral da República).

Para Moro, a intenção de opositores à força-tarefa é “dificultar a investigação e a punição dos crimes de corrupção para tentar que tudo volte a ser como antes, tendo a impunidade como regra”.

O ex-ministro da Secretaria de Governo general Santos Cruz também saiu em defesa da operação. Afirmou, por meio do Twitter, que a Lava Jato “trouxe esperança de que era possível combater a corrupção no Brasil”.

“A percepção de enfraquecimento da Lava Jato é motivo de desilusão e decepção”, acrescentou o ex-integrante do governo.

© reprodução/Twitter

Baixas na operação

Deltan Dallagnol deixou a coordenação em Curitiba para, segundo ele, cuidar da saúde de sua família.

“Por todo esse período, enquanto Coordenador dos trabalhos, Deltan desempenhou com retidão, denodo, esmero e abnegação suas funções, reunindo raras qualidades técnicas e pessoais. A liderança exercida foi fundamental para todos os resultados que a operação Lava Jato alcançou, e os valores que inspirou certamente continuarão a nortear a atuação dos demais membros da força-tarefa, que prosseguem no caso”, disse o MPF em nota.

Em São Paulo, 7 procuradores abandonaram a operação. A debandada foi por desavenças com a procuradora Viviane Oliveira Martinez. Ela é a chefe do 5º Ofício da Procuradoria da República em SP. O órgão é o responsável pela Lava Jato no Estado.

Atos pró-Lava Jato pelo país

Mais cedo, apoiadores da Lava Jato realizaram uma carreata a favor da força-tarefa em diversas cidades, incluido Brasília.

As manifestações são realizadas depois de o procurador da República Deltan Dallagnol deixar a coordenação da Lava Jato no Paraná e procuradores em São Paulo deixarem a força-tarefa com pedido de demissão coletiva.

Veja aqui algumas imagens do ato realizado na capital federal. As imagens foram capturadas pelo repórter fotográfico do Poder360, Sérgio Lima.

Nas redes sociais, usuários compartilharam vídeos de manifestações em outras cidades do país. Eis abaixo:

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121