25/07/2020 às 12:18h
Dezesseis estabelecimentos já foram vistoriados em ação da Polícia Civil e Procon estadual
Polícia Civil e Procon estadual

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Mais uma farmácia de Cuiabá passou por fiscalização conjunta nesta sexta-feira (24) realizada pela Polícia Civil e Procon estadual para apurar possíveis práticas de preços abusivos de produtos, especialmente os mais procurados pelos consumidores desde que a pandemia do novo coronavírus teve início.

De acordo com o delegado responsável pela Equipe Especial da Polícia Civil, Rodrigo Azem Buchdid, a fiscalização desta vez teve foco em medicamentos como anticoagulantes, corticoides e antibióticos, que estão recebendo denúncia de aumento de preços.  Durante a fiscalização, que conta com equipes da Delegacia do Consumidor e do Procon, são vistoriados os preços praticados pelo estabelecimento e checadas as notas de compras dos fabricantes para comparação entre os valores praticados.

A operação, que começou no mês de maio, vem percorrendo segmentos comerciais como supermercados e farmácias para avaliar o aumento de preço e outros aspectos relacionados aos produtos mais procurados durante a pandemia. Até agora foram fiscalizados 16 farmácias, distribuidoras de medicamentos e equipamentos hospitalares e supermercados.

A ação de fiscalização é realizada semanalmente em estabelecimentos de diversos segmentos como farmácias, supermercados, postos de combustíveis e distribuidoras. Participaram dos trabalhos, policiais da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) e da Equipe Especial junto aos agentes do Procon Estadual.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2020 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121