13/04/2020 às 10:34h
Lúdio diz que estimativa do governo é modesta sobre número de casos em MT

Médico sanitarista, o deputado Lúdio Cabral (PT) considera modesta a estimativa do governo sobre o número de casos em Mato Grosso no pico da pandemia do novo coronavírus, causador da Covid-19. O Estado trabalha com estimativa de 4 mil casos no pico da doença. 

 

Segundo Lúdio, mais forte que o número é preciso entender a memória de cálculo para chegar a esses dados. "A estimativa que o governo está fazendo, na minha avaliação, é bastante modesta do número de casos. Agora, o mais importante que apresentar um número é apresentar a memória de cálculo dessa estimativa, com base em quê? Em que parâmetros o governo chega em um número de 4 mil casos? Com que taxa de hospitalização? Com que taxa de hospitalização em UTI? Média de permanência nos leitos? Só assim podemos trabalhar com número de leitos suficientes para atender o número de casos projetados", destacou o parlamentar de oposição ao governador Mauro Mendes (DEM).


O governador tem dito que os números apresentados pelo Estado levam em conta os números registrados na Itália durante o pico da pandemia. Lá já morreram mais de 18 mil pessoas no país por conta do novo coronavírus. 

 

Lúdio disse que não é momento de ser otimista. Destaca que é importante colocar o pé no chão e ser realista. "Uma atitude realista exige do governo esforço para ampliação dos números de leitos, números de UTIs, preparação das equipes para lidar com os casos e comprar euipamentos de proteção individual", destacou. 

 

O deputado disse que é importante que os trabalhadores da saúde estejam bem equipados porque eles são responsáveis pelo enfrentamento direto da epidemia e, por conta disso, podem ser vetores de multiplicação dos casos se não houver medidas de proteção. 

 

Até o momento, o governador Mauro Mendes anunciou a construção de espaço para abrigar 200 novos leitos no Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, sendo 30 novas UTIs. As cirurgias eletivas estão suspensas para liberar espaços nos hospitais aos pacientes que desenvolvem a forma mais grave da Covid-19. O governador acredita que os casos da Covid-19 serão divididos com os hospitais privados, o que vai ajudar a desafogar os leitos do SUS. Mauro fez parceria com o Senai para o conserto de ventiladores do estado de Mato Grosso. 

 

Lúdio disse que fez um estudo com parâmetros de outros lugares e o tempo de duração do pico em Mato Grosso. Lembrou que os números oficiais são apenas um parametro e a ponta de um iceberg que é muito maior. 


Fonte: Gazeta Digital

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2020 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121