07/04/2020 às 12:30h
Demanda de ovos de Páscoa deve ficar 30% abaixo se comparado com 2019

Demanda por chocolates e ovos de Páscoa este ano ficará até 30% abaixo de 2019. A projeção é feita por comerciantes e confeiteiros de Cuiabá nessa semana que antecede a data religiosa, celebrada no próximo domingo (12). Estimativa do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (Ibevar) aposta em recuo de 80% na intenção
de compras no varejo no país. A desmotivação do consumidor é resultado da crise econômica e desemprego desencadeada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

 

Indicadores prévios de fevereiro sinalizavam tendência de crescimento na intenção de consumo ligeiramente superior ao ano
passado, segundo o Ibevar. A expectativa positiva dos comerciantes mato-grossenses,porém, ainda não se confirmou às vésperas da celebração pascal. Especializada na venda de doces, a Sorpan confirma estar vendendo chocolates em volume abaixo do esperado para este ano. Gerente da loja em Cuiabá, Suelen Paraizo de Oliveira relata que muitos clientes têm optado por comprar a matéria -prima para produção caseira.

 

A confeiteira Elizangela Dias está na correria para atender os pedidos de consumidores que desejam celebrar a Páscoa
com chocolate. Nesse ramo de atividade há 3 anos, ela considera que a demanda está 30% abaixo de 2019. “Devido ao momento delicado que estamos enfrentando, a procura está bem menor”, confirma. Para atender a clientela ela elegeu o ovo de chocolate de colher como carro-chefe.As opções custam entre R$ 35 a R$ 65 e ela mesma entrega. “Se o cliente preferir, pode retirar”, detalha.

 

Outra confeiteira que percebe esfriamento da demanda pelas guloseimas típicas da Páscoa neste ano é a confeiteira Thaís Amorim Valadares, da Gatito Doces. “Esperamos faturamento no mínimo igual ao ano passado, mas estimo faturar 15% menos”, admite. Segundo ela, é normal que as encomendas surjam poucos dias antes da celebração da data religiosa. “Mas, este ano a demanda está menor mesmo. Creio que por conta da pandemia da Covid-19. Muitas pessoas estão com medo de perder o emprego e não conseguir se manter”, pondera.

 

Na linha de produção da Gatito Doces estão pirulitos de chocolate, ovos de colher, ovos de colher com bolo, cones trufados e ovinhos de chocolate. Os preços variam entre R$ 1,50 a R$ 65. Por precaução nesse contexto de pandemia, ela optou pela entrega delivery das encomendas. “Em 2019, os clientes buscavam. Podem, ainda, vir retirar, mas mediante agendamento prévio, para evitar a presença de mais de um cliente no local”, detalha. Lie Kinjo, proprietária da Noisette Chocolates, afirma que a procura pelos produtos típicos da Páscoa persiste este ano, mas timidamente. “As vendas estão bem inferiores ao ano passado”, admite.

 

Para atender a todos os gostos e bolsos, ela montou um portfólio de produtos com preços variáveis entre R$ 5 e R$ 200, à base de chocolates belga e nacional. As encomendas são entregues em domicílio ou para retirada na loja, após agendamento.


Fonte: Gazeta Digital

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2020 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121