03/04/2020 às 11:07h
Mauro volta a admitir possibilidade de atrasar salário de servidores

Um dos possíveis reflexos da enorme queda na arrecadação pelo governo, decorrente da crise econômica gerada pela pandemia de coronavírus, é atrasar o pagamento de salário dos servidores públicos. O atraso salarial foi admitido pelo governador Mauro Mendes (DEM) em entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real, nesta quinta-feira (2).

 

A previsão do governo para o mês de abril é que haja queda de 30% na arrecadação e provavelmente 40% no mês de maio. “Olha, não tem outro jeito, né?! Se não entra dinheiro, como é que eu pago a conta? Como eu pago a conta do salário, como eu pago a conta do remédio, como eu pago a conta para as ambulâncias circularem, para as UTIs circularem, os profissionais que vamos precisar contratar? Então assim, é uma situação muito difícil. Então o governo também vai ter muita dificuldade”, avaliou o governador.


Na sequência, Mauro pontua que irá administrar com Justiça e esperar ver o que acontece. Garantiu que o governo tem um planejamento traçado para esta crise e que ninguém foi pego de surpresa e citou 2019 como exemplo de superação de crise.

 

“Nós trabalhamos muito planejamento. O ano passado nós pegamos um governo, no início do ano, com salário atrasado, com fornecedores atrasados, prefeituras atrasadas e conseguimos no final do ano colocar praticamente o Estado em dia. E agora nós temos um planejamento já para essa crise, porque não é uma novidade para ninguém que teríamos a crise. O governo se planejou e vamos tentar minimizar os efeitos para os servidores e para a própria sociedade”, concluiu.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2020 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121