27/03/2020 às 10:45h
Reeducandos de Alto Araguaia confeccionam máscaras de proteção

GD.


Reeducandos do sistema prisional de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá) vão auxiliar nas ações de combate e prevenção ao coronavírus confeccionando de máscaras de proteção.

 

A ação foi adotada e anunciada pelo prefeito Gustavo Melo (PSB), junto da primeira dama, Priscila Dourado Martins, em parceria com a Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh). A confecção será por meio do projeto da cadeia pública do município “Educando para Ressocializar”.

 

A prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Seads) adquiriu os materiais para produção de 1,5 mil unidades. A primeira etapa da confecção teve início nesta quinta-feira (26). As máscaras não cirúrgicas serão para uso do cotidiano. Por dia, serão confeccionados em média 80 peças. As máscaras são fabricadas em tecido tricoline, respeitando as medidas exigidas, onde deve cobrir totalmente a boca e o nariz sem deixar espaços nas laterais.

 

Após confecção, as máscaras serão esterilizadas e embaladas para entrega. Conforme a Seads, os produtos serão destinados às pessoas que compõem o grupo de risco para Covid-19, como integrantes do Lar de Longa Permanência Asilo Tia Nega, e àqueles que estão na linha de frente na área da saúde e atendimento nos órgãos públicos, incluindo Vigilância em Saúde, servidores da Assistência Social, 15º Batalhão de Polícia Militar e famílias em estado de vulnerabilidade. “O nosso objetivo é suprir a demanda visto que no atual cenário é um dos equipamentos mais procurados e em falta”, explica Priscila Dourado.

 

O prefeito Gustavo Melo cita que a ação está inclusa nas medidas definidas pelo governo municipal junto ao Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus. “De início fizemos uma compra emergencial de álcool gel, sabonete líquido e papel toalha para distribuirmos nos órgãos públicos. Hoje, a confecção deste material vem auxiliar nossa demanda nos grupos de riscos para evitar a falta deste produto para enfermeiros, médicos e profissionais no atendimento à saúde”, pontua. O diretor da unidade prisional local, Éber Martins Campos, destacou que iniciaram a confecção com um treinamento e também adotará protocolo de higienização.

 

Para o diretor, é a oportunidade de contribuir com a sociedade. “Uma parceria importante que ao mesmo tempo em que deixa os reeducandos ocupados com atividades de ressocialização, irão contribuir na luta contra o coronavírus e possivelmente serão reintegrados com mais dignidade”, diz. Ao todo, seis recuperandos atuam na ação. Ao desenvolver a atividade, os detentos recebem a chamada remição da pena, onde a cada três dias trabalhados são descontados um dia.

 

A primeira dama reforça que só o uso da máscara não garante a proteção contra o vírus. “A proteção é efetiva junto das medidas de higiene, como lavar frequentemente as mãos com água e sabão, uso do álcool gel, assim como evitar aglomeração e, ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o cotovelo flexionado ou com um lenço”, finaliza.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2020 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121