29/10/2019 às 11:51h
Líder do CV vai para isolamento após morte em cela da PCE
Yuri Ramires

Uma das lideranças da facção criminosa Comando Vermelho (CV), Luciano Mariano da Silva, o ‘Marreta’, foi para o isolamento dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE), afirmou a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). A medida se tornou necessária para garantir a integridade física dele. Marreta é um dos suspeitos da morte do colega Paulo Cesar da Silva, o ‘Petróleo’, no último domingo (27).

 

Ele era uma das lideranças mais fortes da facção criminosa e conseguia privilégios dentro da unidade prisional, esquema descoberto em operação da Polícia Civil. 

 

O corpo de Paulo foi encontrado pendurado por um lençol junto à grade da sela. As primeiras informações deram conta de um suicídio, mas quando a Perícia Oficial e de Identificação Técnica (Politec) encontrou marcas de violência no corpo. 

 

Além de Marreta, estavam na cela 21 do raio 5B, Baltazar Luz de Santana, preso em 2018 em Cuiabá. Ele é apontado como membro do CV responsável e condenado por organizar ataques criminosos na cidade; Sidney Bittencurt, o ‘Fuzil’, preso em operação de combate ao crime organizado e Pedro Paulo Ferreira Pinheiro, com mais de 6 passagens criminais por tráfico, roubo e até homicídio. 

 

Para a Sesp, a medida é necessária e visa assegurar a integridade física dele. Já que, além de ser suspeito na morte de Petróleo e também líder do CV, é um dos suspeitos presos na Operação Assepsia, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), que já está em fase de oitivas na Justiça de Mato Grosso.

 


Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2019 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121