03/10/2019 às 11:10h
Núcleo Jurídico Facider Colíder defende no tribunal do júri o acusado de homicídio Joao de Oliveira
TRIBUNAL DO JURI

João de Oliveira acusado de homicídio no crime ocorrido no ano de 2016, contra a vítima Claudionor de Jesus 65 anos foi a júri popular neste dia 03 de outubro.

A defesa pugnou pelo homicídio privilegiado  e legitima defesa, porem por quatro votos a três o tribunal afastou as teses.

A sentença lida pelo meritíssimo juiz da comarca de Colíder condenou o réu a 14 anos de reclusão.

A defesa ainda solicitou que o réu recorresse em liberdade, o juiz concedeu o pedido e ordenou a retirada da tornozeleira eletrônica, até o julgamento do recurso de apelação, que impetrara no tribunal de justiça do estado de Mato Grosso.

Vale salientar que pela situação precária do réu a defesa é em “Pro Bono” (advocacia gratuita) cedida pela Dr. Ismaili Donassan e pelo núcleo jurídico da Facider neste ato representado pela Dr. Elisângela Dinarte.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2019 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121