03/09/2019 às 12:40h
Delegado Fala sobre a prisão do padastro acusado de envolvimento com a enteada

A Polícia Civil em Colíder cumpre mandado de prisão preventiva contra Padrasto da adolescente vítima de estupro praticado por peão de fazenda.

Segundo apuraram as investigações, o padrasto além de estar atrapalhando as investigações policiais além de também ser suspeito de ter aliviado sexualmente a vítima.

 

Entenda o caso:

 

O Acusado

No dia 30 de julho de 2019, após receber uma denúncia, a polícia Judiciária Civil cumpriu mandado de prisão contra um rapaz que trabalhava em fazenda por estupor de vulnerável. Na primeira oitiva , ele, confessou ter mantido relações sexuais com a garota.

A Vítima

A vítima tem 14 anos e segundo as investigações estaria mantendo relações sexuais com o acusado, o que não é permito pela lei, Artigo 217 do Código Penal.

“Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos”.

Pena

 - Reclusão, de 8 (oito) a 15 (quinze) anos.

A Mãe

A Mãe também foi presa logo após, as investigações apontam que ela foi conivente com o crime.

Padrasto

Nesta segunda feira (02), o padrasto da menor de idade, foi preso. Segunda o delegado de Polícia civil de Colíder DR Ruy Guilherme que conduz o inquérito, o mesmo seria partícipe do crime, atrapalhando as investigações e “pesa sobre ele”, ato libidinoso contra a vítima.

O delegado falou sobre esta prisão.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2019 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121