16/08/2019 às 01:05h
Fórum de Cuiabá tem segurança reforçada após protestos de mulheres de presos

Protesto de mulheres de presos na quarta-feira (14) na frente do Fórum de Cuiabá motivou reforço na segurança do local. 

 

A medida também coincide com a divulgação das supostas ameaças de atentados, também chamadas de “salve”, pelo Comando Vermelho.

 

Mulheres de presos da Penitenciária Central do Estado (PCE) fizeram a manifestação após a direção da unidade suspender visitas dos familiares, desde segunda-feira (12), quando foi iniciada uma operação apreender celulares e outras regalias dentro do presídios. 

 

Nestes últimos dois dias, a segurança e os procedimentos para entrar no fórum foram reforçadas, como uma grande colocada logo na entrada.  


 

O fluxo de pessoas que passam diariamente pelo fórum gira em torno de 2 mil. Entretanto, de acordo uma servidora do órgão, que não quis se identificar, o dia foi muito tranquilo, e ela calcula que aproximadamente 500 pessoas frequentaram o local nesta quinta-feira. 

 

Foi repassada uma orientação aos servidores, por volta das 17h de quarta-feira, que só entraria quem estivesse com crachá. “Era servidor e estagiário com crachá. Sem crachá não entra. Recebemos ontem, no final da tarde, que só ia entrar se tivesse crachá. Tanto é que eu extraviei o meu, e tive que vir com um de papel, senão não entrava, mesmo tendo a digital”, explica a servidora.

 

O público em geral teve dificuldade para entrar, a não ser que tivesse audiência marcada ou portasse crachá e documento. Mesmo com identificação no crachá, a reportagem tentou entrar no Fórum, mas não conseguiu.

 

Os advogados puderam entrar no fórum somente mediante apresentação da carteira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), ainda que tivessem digital cadastrada. 

Ainda conforme a servidora, normalmente a rampa de acesso à recepção fica livre, mas nesta tarde, havia um portão bloqueando grande parte da entrada. Normalmente, uma viatura da Polícia Militar fica no local e nesta quinta houve reforço no policiamento.

 

“Esse portão nós encontramos hoje. Um carro fica geralmente aqui e outros policiais, pra quando o pessoal sai à noite. Mas hoje colocaram algumas cadeiras lá dentro, você não passava para um ‘canto’ sem se identificar”, conta.

 

Outro lado

A assessoria do Tribunal de Justiça informou que os procedimentos padrões - cadastro e apresentação de documento de identificação - para entrada no fórum foram mantidos, mesmo com a divulgação dos “salves” e protestos. O TJ ainda desconhece qualquer orientação, e afirma que o atendimento segue normalizado.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2019 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121