14/08/2019 às 12:05h
Visitas a presos da PCE estão suspensas por uma semana; advogados terão acesso
FIM DAS REGALIAS
Ana Flávia Corrêa e Yuri Ramires

isitas na Penitenciária Central do Estado (PCE) estão suspensas durante toda a semana. Ação é decorrente da Operação Elison Douglas, que teve início na manhã desta terça-feira (13). 

 

Operação tem objetivo de antecipar atos delituosos e fortalecer ações de enfrentamento aos crimes. Revista deve ser feita em todos os raios. Até agora, não há registro de apreensão materiais ilícitos como celulares e entorpecentes.

 

“Nosso objetivo maior é garantir a segurança da unidade, de acordo com a legalidade devida, frustrando qualquer tentativa que possa afetar a segurança da unidade prisional e criar oportunidades de prática delituosa”, destacou o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante. 

 

Conforme noticiou o , familiares e advogados dos detentos acusaram a administração da PCE de faltar com informações sobre a operação que está sendo realizada desde a noite de segunda-feira (12).

 

“Aqui fora nós ficamos desesperadas, não sabemos que está acontecendo e ninguém consegue nos informar. A administração do presídio nos vê como criminosas, como um peso, só por estar aqui para visitar, dar apoio, aos nossos familiares que estão presos”, disse uma das mulheres. 

 

O acesso aos advogados está autorizado pela Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), conforme informou a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Mato Grosso. 

 

"A Sejudh reforçou que, para facilitar o acesso dos profissionais da advocacia ao presídio, devem fazer o agendamento através de um link disponibilizado pelo órgão, tendo em vista que o prédio passa, ao mesmo tempo, por reforma de adequação nos espaços de convivência, o que pode causar determinada demora no atendimento", disse a OAB.

 

Segundo a assessoria da OAB, as providências, assim como outros temas pertinentes à PCE, foram tratadas nesta tarde pelo secretário-geral da OAB, Flávio Ferreira, assim como o presidente da Comissão de Direito Carcerário, Waldir Caldas, com o juiz da Vara de Execuções Penais e presidente do Conselho da Comunidade, Geraldo Fidelis, e com o secretário-adjunto de Administração Penitenciária, Emanuel Flores. 

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2019 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121