07/08/2019 às 11:19h
Sem chuva há 86 dias, umidade do ar está em estado de alerta
RISCO À SAÚDE

De acordo com dados do site ClimaTempo, não há a previsão de chuva pelo menos até domingo (11). Com isso, a umidade relativa do ar segue em estado de alerta, conforme dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

Para evitar problemas respiratórios e desidratação, o recomendado é que se utilize soro fisiológico nas narinas e nos olhos, se evite ambientes fechados e aglomerações, além de suprimir exercícios físicos entre as 10h e 16h. A umidade relativa do ar deve ficar entre 12% e 17%. 

 

A última chuva em Cuiabá aconteceu no dia 13 de maio, de 1,2 milímetros, conforme dados do Instituto Nacional de Meterologia (Inmet). Contudo, a última chuva significativa foi registrada 4 dias antes, no dia 9 de maio, com 41 milímetros. 

 

Aliada ao tempo seco, as temperaturas elevadas fazem com que o clima na cidade fique desconfortável e até insalubre. Os termômetros podem registrar máximas de até 37°C. 

 

De acordo com o médico otorrinolaringologista Anderson Botti, é importante se manter hidratado para auxílio do sistema imunológico. O profissional alertou que as vias respiratórias, quando desidratadas, dão permissão para que substâncias como poeira e fuligem causem maiores chances de inflamação no trato respiratório.

 

"A água é um veículo para as imunoglobulinas (anticorpos), que funcionam melhor em meio aquoso, então, se o nosso organismo está desidratado ou ressecado, está mais propenso às infecções, e esse meio atípico propicia o aparecimento de vírus e bactérias", explicou. (Com informações de MT Saúde)  

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2019 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121