29/01/2019 às 11:15h
Polícia Civil prende parente de vítima e comparsas por roubos a residência

Assessoria | PJC-MT

Três pessoas envolvidas em três ocorrências de roubo majorado cometidos contra a mesma família foram presas em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na segunda-feira (28.01), após serem identificados em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG). Os crimes de roubo a mão armada (sendo dois consumados e uma tentativa), ocorridos no bairro Jardim Marajoara, foram executados a mando de um primo das vítimas, que prestava serviços a família.

Os suspeitos Adrielson Jesus da Silva (primo das vítimas e mentor dos crimes), Leandro Henrique Godoy da Silva Martins e de Heverton Jony Espírito Santo Silva, foram autuados em flagrante pelos crimes de roubo majorado e associação criminosa.

Após receber informações do crime de roubo majorado, ocorrido no domingo (27.01), em uma residência no bairro Jardim Marajoara em Várzea Grande, a equipe da Derf-VG iniciou as investigações, constatando que as vítimas já haviam sofrido outras duas ocorrências recentes, sendo uma tentativa de roubo no dia 21 de janeiro e um roubo consumado no dia 25 do mesmo mês.

Na situação do dia 21, os criminosos abordaram as vítimas em frente a residência, porém não conseguiram efetuar o roubo, uma vez que o casal conseguiu fugir no veículo da família. No dia 25, os assaltantes retornaram e após render e aterrorizar as vítimas, com violência e grave ameaças, subtraíram apenas um cartão de crédito.

Na terceira ação, realizada no dia 27, os criminosos subtraíram pertences pessoais e em seguida começaram a fazer várias ligações para as vítimas, exigindo a senha do cartão de crédito, sob ameaça de fazer mal a outros familiares.

Durante as ocorrências, as vítimas passaram a desconfiar do primo, Adrielson, uma vez que ele sempre orientava que a família não procurasse a Polícia ou registrasse boletim de ocorrência, Em outra ocasião, o acusado chegou a entrar em contato com supostos criminosos do bairro, para o não cometimento dos crimes.

Ao consultar as redes sociais do primo, a família encontrou fotos de Leandro e Heverton e os reconheceram como alguns dos autores do roubo praticado no dia 27. Com base nas suspeitas, os suspeitos foram conduzidos a Derf-VG, onde pessoalmente foram seguramente reconhecidos pelas vítimas como autores do roubo.

Segundo o delegado Guilherme Bertoli, no interrogatório, Adrielson (primo) confessou a participação nos roubos e disse que decidiu praticar o crime após um desacerto de financeiro com as vítimas. “Ele prestava serviço de entregas de medicamentos para as vítimas, porém depois um desacordo em relação aos pagamentos, o suspeito decidiu praticar os roubos”, disse o delegado.

Interrogados, os suspeitos Leandro e Heverton negaram as participações nos crimes. Um quarto suspeito também foi reconhecido pelas vítimas como autor do roubo praticado no dia 25 e terá a prisão representada em inquérito policial. As investigações estão em andamento para identificar e prender outros envolvidos nas ações criminosas.


Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2019 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121