20/01/2016 às 01:34h
Papa nomeia dom Canisio Klaus para ser bispo em Sinop
Só Notícias

O papa Francisco nomeou, hoje, o bispo dom Canísio Klaus, de Santa Cruz do Sul (RS), para ser o titular da diocese Sagrado Coração de Jesus de Sinop. 

Ele assume no lugar de dom Gentil Delazari, que pediu renuncia, por completar 75 anos (idade limite estabelecida no direito canônico da Igreja Católica para bispo comandar a diocese). 

A decisão foi publicada pelo Vaticano. Dom Canísio, de 64 anos, é o terceiro bispo que vem da diocese gaúcha para Sinop. Dom Gentil Delazari e dom Henrique Froelich também foram transferidos de Santa Cruz.

 Ele também será o terceiro a comandar a diocese. Dom Canísio foi nomeado bispo em 1998, pelo papa João Paulo II, e foi empossado na diocese mato-grossense de Diamantino, em agosto. Ele foi ordenado sacerdorte em 1979, em Arroio do Meio, sua cidade natal. 

Posteriormente, assumiu a  Paróquia Nossa Senhora da Conceição, de Santa Cruz do Sul, e de 1981 a 84 foi reitor do Seminário Sagrado Coração de Jesus de Arroio do Meio. No ano seguinte, foi transferido para o Mato Grosso onde foi pároco, em Nova Guartia, na paróquia Santo Antônio, até 1989. Na década de 90, retornou para o Sul e foi pároco em Nossa Senhora da Conceição de Moinhos, Lajeado. 


O segundo retorno a Mato Grosso foi em 1994 a para comandar a Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Guarantã do Norte, onde ficou até ser nomeado bispo. Na CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil- foi, por nove anos, coordenador no Regional Oeste II na Comissão para a Vida e a Família quando foi elaborado o Projeto “Família Cristã: Igreja doméstica na Amazônia”. Presidiu a Regional Oeste II e foi membro do Conselho Permanente de Pastoral da CNBB. Como bispo de Diamantino reabriu o Seminário Diocesano de Diamantino, criou o Instituto Diocesano das Irmãs Discípulas do Divino Pastor, construiu o Centro Diocesano de Pastoral, organizou o Museu da Prelazia e Diocese de Diamantino e instalou o Seminário Maior em Várzea Grande. Em 2010, dom Canisio foi nomeado, pelo Papa Bento XVI, bispo da Diocese de Santa Cruz do Sul.

 Agora, sua nova missão será comandar a diocese de Sinop, uma das maiores em extensão territorial no Brasil (191 mil km2), tendo 31 paróquias e 3 aldeias indígenas. Dom Gentil está em férias e deve retornar a Sinop nos próximos dias, informou uma fonte de Só Notícias.  A tendência é que ele permaneça em Sinop como bispo emérito, assim como ocorreu com seu antecessor, dom Henrique. Dom Gentil chegou em Sinop em 1994, como bispo auxiliar, foi nomeado em 1995 e ficou no cargo por 20 anos. 

A data da posse de dom Danísio ainda será marcada.
Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2019 - SOLANGE PRISCILA DE SOUZA - CNPJ: 15.349.563/0001-67. Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121