27/04/2015 às 07:14h
Sheik e Mendonza são denunciados por Conmebol e podem ficar fora no mínimo 3 jogos

A semana mal começou e o Corinthians já recebeu uma péssima notícia. Expulsos do confronto contra o São Paulo, na última rodada da fase de grupos da Libertadores da América, no Morumbi, Emerson Sheik e Mendoza foram denunciados pela Conmebol por conduta violenta. O artigo prevê uma punição mínima de três partidas de suspensão - o máximo é de seis jogos.

O departamento jurídico do clube prepara a defesa dos dois atletas para enviar até quarta-feira, prazo estipulado pela entidade sul-americana. A ideia do advogado João Zanforlim é de convencer que a atitude dos jogadores foi antidesportiva, mas não violenta.

"A gente soube isso pela manhã. A Conmebol resolveu denunciar Mendonza e Sheik por conduta violenta. O mínimo é de três jogos de punição e o máximo é de seis. Vamos tentar mudar o entendimento deles. A nossa defesa vai ser no sentido de mostrar que não houve violência. Vamos tentar desclassificar o artigo, levando para o artigo de conduta antidesportiva, no qual a punição é de apenas um jogo", disse o especialista, em contato com a reportagem.

"Temos até quarta-feira para fazer a defesa. Vamos juntar as imagens. O caso do Guerrero foi diferente, porque eles tinham a imagem do cotovelo. O Sheik foi um 'totó' e o Mendoza nem se fala", completou

Depois da defesa, não há uma data determinada para que a Conmebol dê uma resposta sobre o assunto.

No clássico da semana passada, Sheik foi expulso aos 19 minutos do primeiro tempo, após colocar a perna para o zagueiro Rafael Tolói cair, após uma jogada de disputa, na qual o corintiano tomou um pisão do são-paulino. O juiz Sandro Meira Ricci não pensou duas vezes e mostrou o cartão vermelho para o atacante.

Mendoza entrou no segudo tempo e saiu de campo após uma confusão com Luis Fabiano, também expulso de campo, após o segundo amarelo - antes ele havia sido advertido por ter reclamado com o bandeira. O colombiando, que estava de costas na linha lateral sendo marcado pelo 9 do time tricolor, jogou seu braço para trás, depois de ser empurrado, mas não acertou o adversário, que, ainda assim, se jogou no chão como se tivesse sido atingido.

O próximo jogo do alvinegro na Libertadores será na próxima quarta-feira, dia 6 de maio, contra o Guarani (PAR), pela fase de oitavas de final.

A reportagem não conseguiu contato com o São Paulo para saber sobre Luis Fabiano.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121