16/01/2013 às 15:57h
Após ter ereção de quatro horas e ficar impotente, morador do DF tenta indenização de R$ 250 mil

 

O TJDF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal) condenou o Boston Medical Group a pagar indenização de R$ 250 mil, por danos morais, a um paciente que ficou impotente após buscar tratamento para disfunção erétil. O paciente teve complicações, como dores, início de hemorragia e ereção prolongada por quatro horas, um dia após iniciar o procedimento médico. Da decisão, cabe recurso.

Após as complicações, o paciente diz ter procurado uma clínica da rede e foi orientado a colocar gelo no local e aguardar mais 48 horas.

Apesar de seguir as orientações, o quadro piorou, motivo pelo qual retornou à clínica. O quadro não melhorou,  hemorragia piorou e a inflamação começou a se espalhar. O homem foi encaminhado ao Hospital de Base, onde permaneceu internado.

 

Estudo revela que falta de sono pode causar impotência

O paciente foi submetido a procedimento cirúrgico para colocação de prótese, mas o procedimento não deu certo.

A acusação alega que houve erro médico. A defesa do grupo afirma que o autor foi devidamente examinado e submetido a aplicação de medicamento.  A empresa alega ainda que a cura para o problema do paciente não foi garantida. 

O juiz responsável pelo caso destacou o fato de o médico do grupo ter sugerido o encaminhamento a um hospital após o paciente sofrer por 24 horas com dores e ereção contínua, quando o correto seria que este encaminhamento fosse feito após quatro horas com os sintomas.

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121