25/10/2012 às 05:49h
Brasileiro morto-vivo vira sucesso internacional

 

A história de Gilberto Araújo virou um baita sucesso no exterior depois que jornais britânicos estamparam suas páginas com o fantástico caso do lavador de carros de Alagoinhas (BA), que invadiu o próprio velório para dizer à mãe que estava vivo.   

A confusão toda começou quando ligaram na casa do irmão de Gilberto, José Marcos Santana Santos, no meio da noite. A cunhada, Ana Paula, atendeu o telefone e deu a má notícia ao marido: o irmão dele, Gilberto, havia sido morto e José Marcos teria que ir até o necrotério para reconhecer o corpo.   

José Marcos, de fato, foi até o necrotério e reconheceu o corpo como sendo do irmão. Isto feito, o corpo foi levado para a casa da mãe deles, onde seria velado.   

Sapatos feitos com bichos empalhados vão te paralisar

No meio do velório, Gilberto — que não sabia nada sobre a própria "morte" — telefonou para um amigo e perguntou onde ele estava.    O amigo não botou fé e achou que era trote.    Só podia ser trote. Ele estava ali, no velório do Gilberto, cercado por parentes chorosos e, como se apenas isso não bastasse, o caixão estava aberto. Ele podia VER  a cara do Gilberto.   

Palhaços assustadores fazem você rir de tanto nervoso

Mesmo assim, o sujeito do outro lado da linha insistia: ele era o Gilberto, estava vivo e queria saber onde era o velório. Não tinha erro: era na casa da mãe dele.   

Gilberto correu que nem louco e, quando chegou no local do velório, houve um caos generalizado. Teve gente que desmaiou quando viu Gilberto e outras pessoas saíram correndo pela rua, fugindo da "assombração".  

Em entrevista ao site Sky News, Roberto Lima, da polícia local, disse que entende a confusão toda.   

— Ele correu para casa da mãe para mostrar a todo mundo que estava vivo.   

Passado o susto, Marina Santana, a mãe, não poderia ter ficado mais feliz.   

— Eu fiquei muito alegre. Que mãe não ficaria depois de saber que seu filho morreu e, depois, ver que ele está vivo?  

O morto, como foi descoberto posteriormente, se chamava Genivaldo e também trabalhava como lavador de carros e, de fato, até a própria família reconheceu que os dois são parecidos. 

Espalhe por ai:
Link:
Esportes
ESPORTEFUTEBOL
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2021 - Grupo Nova Visão de Comunicação - /Jornalista responsável Solange Priscila DRT MT- 002121