24/01/2019 às 11:24h
Pablo volta a marcar, e São Paulo vence Novorizontino com autoridade

© Fornecido por Fundação Cásper Líbero
O São Paulo conquistou mais uma importante vitória no Campeonato Paulista. Nesta quinta-feira, o Tricolor visitou o Novorizontino, no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, e não decepcionou sua torcida. Com gols de Everton, Diego Souza e Pablo, os comandados do técnico André Jardine venceram o adversário por 3 a 0 e seguem tranquilos na liderança do Grupo D, que também conta com Oeste, Botafogo-SP e Ituano.

Desde 2015 o São Paulo não iniciava o Paulistão com duas vitórias. Na última vez que isso ocorreu, Muricy Ramalho era o técnico do Tricolor, que venceu à época a Penapolense e, em seguida, o Capivariano.

Com 100% de aproveitamento e sete gols marcados nas duas primeiras rodadas do Estadual, o São Paulo volta o foco para o seu primeiro clássico no ano. No próximo domingo, no estádio do Pacaembu, às 17h (de Brasília), o Tricolor enfrenta o Santos, que terá o mando de campo ao seu favor.

O jogo – O São Paulo não demorou muito para mostrar a que veio. Logo aos sete minutos, o time comandado pelo técnico André Jardine abriu o placar com Everton. O atacante recebeu excelente passe por cobertura de Nenê e saiu na cara do gol, precisando apenas ajeitar a bola antes de mandá-la para o fundo das redes.

Já aos 25 minutos o Tricolor por pouco não ampliou com Pablo. Após cobrança de escanteio pela esquerda, o camisa 12 do São Paulo subiu mais alto que a defesa do Novorizontino e cabeceou no canto direito do goleiro Vagner, forçando-o a fazer boa intervenção, mas a arbitragem já havia marcado falta do atacante são-paulino na jogada.

Se não deu para Pablo, melhor para Diego Souza. Pouco depois de o camisa 12 perder mais uma oportunidade, desta vez, em impedimento, tocando para fora na saída do goleiro, o artilheiro do São Paulo na temporada passada aproveitou a trapalhada da defesa adversária em lançamento de Everton e ficou com a bola dominada, sem marcação, dentro da área e sem goleiro. Coube a ele apenas completar para o fundo do gol e comemorar o segundo tento tricolor da noite.

Na etapa complementar o Novo Horizontino se mostrou mais disposto em campo e determinado a buscar o empate. Pressionando o São Paulo, o time da casa chegou a incomodar o goleiro Tiago Volpi, mas não criou nenhuma jogada real de perigo. O flerte aurinegro com a meta tricolor, no entanto, seguia.

O Tricolor, por sua vez, se manteve firme e segurou o ímpeto rival. Embora não estivesse criando tanto no segundo tempo, o time de Jardine, com uma formação mais defensiva, ainda conseguiu chegar ao terceiro gol no segundo tempo, mais precisamente aos 25 minutos, quando Pablo decidiu experimentar de fora da área e viu o goleiro Vagner espalmar seu arremate para dentro do gol.

Nos minutos finais, o São Paulo ainda teve a oportunidade de transformar a vitória parcial em goleada, mas faltou sorte. Aos 42 minutos, o Tricolor levantou na área do Novorizontino em cobrança de falta, mas a bola passou na frente de Hudson, Bruno Alves e Pablo. Nenhum deles conseguiu completar. Desta forma, coube aos comandados do técnico André Jardine se conformarem com o contundente triunfo por 3 a 0.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2019 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121