28/10/2018 às 12:50h
Botafogo leva virada após entrada de Pablo e vê o Z4 ainda mais perto

Depois de um bom início e de sair à frente do placar, o Botafogo sofreu a virada

para o Atlético-PR, repleto de reservas na Arena da Baixada, e vê a situação quanto à zona do rebaixamento sufocar ainda mais. A derrota por 2 a 1 deixa o time de Zé Ricardo com apenas um ponto do Z4.

O triunfo atleticano foi o décimo nos últimos 11 jogos em casa, em um incrível período de invencibilidade. Agora, o Furacão, a três pontos do G6, jogará pela Sul-Americana, enquanto o Glorioso, sem vencer há cinco rodadas, terá a semana cheia para reencontrar o caminho das vitórias diante do Corinthians, no domingo.

INÍCIO EMPOLGANTE

O Botafogo tinha mais ambição na noite, uma vez que, quando o apito soou pela primeira vez, estava a um ponto da zona do rebaixamento. Enfrentou um Atlético-PR repleto de reservas e de olho na Sul-Americana, e iniciou no abafa, criando duas boas oportunidades com dez minutos. Mas, depois das chegadas alvinegras, os mandantes passaram a arrematar de longe e com perigo - quase sempre com Bruno Guimarães.

0 A 1 E FIM DE JEJUM

Zé Ricardo havia pedido um time mais agressivo em Curitiba e, por isso, optou por um meio de campo mais móvel com o retorno Leo Valencia. E foi dos pés do chileno que a bola parou em Gilson, que sofreu pênalti quando o duelo estava equilibrado. Com muita categoria, Brenner abriu o placar e voltou a balançar a rede após seis meses (ou 18 partidas), ainda na etapa inicial.

BERGOL DO EMPATE

Para o início do segundo tempo, o volume de jogo do Furacão culminou no empate logo cedo. Bergson aproveitou bom lançamento de Guilherme e deixou tudo igual. A partir daí, o Botafogo se viu sufocado no confronto e pouco arrumava soluções para voltar a incomodar os mandantes.

ELE É DECISIVO... E DECIDIU!

Tiago Nunes sentiu que dava para ir mais longe. Já na reta final, acionou Pablo, um dos poupados, e o atacante marcou na primeira oportunidade que teve. Saulo aceitou e viu o Botafogo se complicar ainda mais na tabela. Já o Atlético-PR ficou na boa para receber o Bahia nesta quarta, pela Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 2X1 BOTAFOGO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data-Hora: 27/10/2018 - 21h

​​Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Público/renda: 8.186 torcedores/ R$ : 132.970,00

Cartões amarelos: Guilherme, Bergson, Márcio Azevedo (CAP); Saulo, Marcelo Benevenuto, Carli, Luiz Fernando (BOT)

Cartões vermelhos: -

Gols: Brenner, 29'/1ºT (0-1); Bergson, 10'/2ºT (1-1) e Pablo, 38'/2ºT (2-1)

ATLÉTICO-PR: Felipe Alves; Diego, Wanderson, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Camacho (Rosseto, 25'/2ºT), Bruno Guimarães; Guilherme, Rony e Marcinho (Nikão, 17'/2ºT); Bergso (Pablo, 36'/2ºT). Técnico: Tiago Nunes.

BOTAFOGO: Saulo; Marcelo Benevenuto, Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Bochecha, 31'/2ºT) e Valencia; Luiz Fernando, Erik (Renatinho, 20'/2ºT) e Brenner (Aguirre, 31'/2ºT). Técnico: Zé Ricardo.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121