14/10/2018 às 11:04h
Bezerra e Juarez querem o MDB apoiando Haddad para presidente neste 2º turno

Rdnews

Carlos Bezerra e Juarez Costa

Carlos Bezerra e Juarez Costa, emedebistas que defendem apoio a Haddad neste 2º turno

Os deputados federais eleitos Carlos Bezerra e Juarez Costa, que farão parte da bancada do MDB na Câmara dos Deputados a partir de 1º de fevereiro de 2019, defendem que a sigla apoie Fernando Haddad (PT) à presidência da República. O emedenista Valtenir Pereira, mesmo não reeleito para novo mandato de deputado federal, adota o mesmo posicionamento dos correligionários.

Após decisão partidária pela neutralidade e liberação dos seus filiados, Bezerra não esconde a simpatia pelo petista.

PUBLICIDADE
 

“Particularmente, tenho simpatia pelo apoio ao Haddad, mas o assunto ainda vai ser discutido. Eu sigo a decisão partidária”. Isso é o que Bezerra tem dito quando questionado sobre seu posicionamento nas eleições presidenciais.

Juarez também aguarda para anunciar seu apoio a Haddad. Mesmo assim, é mais direto ao expor os motivos que o levam a rejeitar Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno.

“Minha opção é apoiar  o candidato que defende os mais pobres, a classe média e que vai governar para todos. Não apoio político comprometido somente com os mais ricos. Vou apoiar o projeto daquele que olha para todos. Assim que administrei Sinop e fiz uma boa gestão”, disse Juarez ao .

Apesar de militar no MDB, Juarez não esconde a discordância com o Governo Michel Temer (MDB). Inclusive, se diz contrário ao impeachment da ex-presidente da República Dilma Rousseff (PT) que colocou o correligionário na chefia da nação em 2016.

Uma das bandeiras que pretende defender na Câmara dos Deputados é a revogação da PEC do Teto dos Gastos Públicos, a qual chama de PEC da Morte. Aprovada a pedido de Temer, congela os gastos do governo federal e limita investimentos em áreas essências como saúde e educação por 20 anos.

Outra bandeira será a reforma da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Segundo ele, a atual legislação penaliza os prefeitos e prejudica as administrações municipais.

“Não defendo o descontrole dos gastos, mas a LRF precisa ser revista em alguns aspectos. Os prefeitos não podem ser penalizados por falhas formais,   sanáveis e sem dolo, engessando as prefeituras”, concluiu.

Deputados

Aos 76 anos e radicado em Rondonópolis,  Bezerra se prepara para assumir o quinto mandato de deputado federal. Com 59.155 votos, foi o quinto mais votado nesta eleição. Um dos políticos mais longevos de Mato Grosso, já exerceu mandatos de deputado estadual, prefeito de Rondonópolis, governador e senador.

Com 49.912 votos, o  último da lista dos oito eleitos é  Juarez. Além de deputado estadual, o emedebista foi prefeito de Sinop por dois mandatos consecutivos e representará o município e a Região Norte no Congresso.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121