14/08/2018 às 07:06h
Irmãs denunciam padrasto e avô por estupro

Valquiria Castil, repórter do GD


Duas irmãs, uma de 16 anos de idade e outra de 11, denunciaram o padrasto e o avô pelo crime de estupro. A mais velha, inclusive, afirmou que o filho recém-nascido é origem dos abusos que sofria do padrasto desde os 10 anos de idade.

Marcus Vaillant/Ilustração

O caso foi registrado nesta segunda-feira (13) no Distrito de Entre Rios, localizado em Nova Ubiratã (502 km ao norte de Cuiabá). Izaltino Gregorio Confessor, 68, e o filho Lucier Profetta Confessor, 38, foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil.

O fato veio à tona através do Conselho Tutelar que acionou a Polícia Militar após a jovem ser agredida junto com a mãe e o irmão, de 13 anos, pelo padrasto que havia chegado em casa bêbado. A adolescente contou que sofria os abusos sexuais do padrasto desde quando tinha 10 anos de idade e afirmou que ele seria o pai do filho recém-nascido.

A garota relatou que tinha muito medo do padrasto por conta das ameaças de morte que fazia contra ela e por isso nunca tinha denunciado-o.

Além da adolescente, a irmã mais nova, que é filha biológica de Lucier relatou aos conselheiros que era abusada sexualmente pelo avô paterno. Todas as vítimas, tanto das agressões quanto do estupro, foram encaminhadas para realizar exames de corpo de delito. 

Pai e filho foram conduzido pelos policiais militares à Delegacia de Polícia Civil. No entanto, apenas Lucier foi encaminhado para a cadeia pelo flagrante da agressão e do estupro. Já Izaltino foi liberado.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121