17/06/2018 às 11:43h
Pílula do dia seguinte funciona no período fértil? Tire dúvidas sobre método

Pílula do dia seguinte funciona no período fértil? Tire dúvidas sobre método© imagepointfr/shutterstock Pílula do dia seguinte funciona no período fértil? Tire dúvidas sobre método

Método eficiente para evitar uma gravidez indesejada, a pílula do dia seguinte não deve ser encarada como um contraceptivo de rotina, pois o remédio é uma verdadeira bomba de hormônios que provoca diversos efeitos colaterais, uma vez que desarticula o ciclo menstrual.

Apesar de já ser bastante conhecida e utilizada, a pílula do dia seguinte ainda é cercada de mitos e dúvidas que podem levar a um uso equivocado que, inclusive, diminui muito sua eficácia. Um questionamento comum, por exemplo, é sobre sua ingestão durante o período fértil da mulher.

Tomar a pílula do dia seguinte no período fértil é eficaz?

Pílula do dia seguinte funciona no período fértil? Tire dúvidas sobre método© areeya_ann/iStock Pílula do dia seguinte funciona no período fértil? Tire dúvidas sobre método

Se a relação sexual sem proteção ocorreu durante o período fértil da mulher, as chances de engravidar, mesmo tomando a pílula do dia seguinte, podem ser maiores.

De acordo com a ginecologista e obstetra Dra. Karina Zulli, do Hospital e Maternidade São Luiz (SP), os riscos de gravidez no período variam entre 5 e 40%, uma vez que a eficácia do método não é de 100%.

Outros fatores podem influenciar na eficácia da pílula do dia seguinte. Um erro comum é esperar até o próximo dia da relação para tomar o medicamento. O quanto antes o remédio emergencial for ingerido, maiores as chances de evitar a gravidez

Pílula do dia seguinte funciona no período fértil? Tire dúvidas sobre método© peeraporn kwanprom/Shutterstock Pílula do dia seguinte funciona no período fértil? Tire dúvidas sobre método

Quando administrada até o fim do primeiro dia depois do sexo, a pílula do dia seguinte tem taxa de eficácia de até 95%, que cai para 85%, em média, no segundo dia. No terceiro dia após a relação sexual, o medicamento perde 50% de sua eficiência e, do quarto dia em diante, ela praticamente deixa de funcionar.

É importante ressaltar ainda que, mesmo tomando a pílula do dia seguinte corretamente, existem chances de engravidar, já que ela é até 15 vezes menos eficiente como método contraceptivo do que a pílula anticoncepcional.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121