03/06/2018 às 09:23h
Marun: governo monitora caminhoneiros 'radicais', mas movimento acabou



© Alan Santos/PR Marun: Governo monitora caminhoneiros 'radicais', mas movimento acabou

O ministro da secretaria de governo, Carlos Marun, afirmou neste sábado que "radicais" tentam organizar, pelo Whatsapp, uma retomada da greve dos caminhoneiros.

De acordo com o ministro, o movimento é pontual, está sendo monitorado pelo governo e não deve prosperar.

Para tentar ressuscitar os atos, grupo liderado pelo caminhoneiro autônomo Wallace Landim, o "Chorão", tenta reunir manifestantes em Brasília. Neste sábado (2), apenas cinco caminhões se concentraram em frente ao estádio Mané Garrincha, na capital federal.

+ Mensagens sobre retomada de paralisação são boatos, diz Jungmann

Na avaliação de Marun, os motivos que levaram os caminhoneiros à greve não existem mais, já que o governo atendeu aos pleitos da categoria.

"Realmente, existem alguns radicais tentando fazer com que o movimento se retome através do WhatsApp, mas nós temos a expectativa de que isso não vai acontecer", afirmou à Folha de S.Paulo.

"Nós continuamos mobilizados, continuamos atentos, as coisas estão sendo monitoradas, mas até agora não existe motivo para que a gente mude o entendimento de que o movimento efetivamente se encerrou", disse. Com informações da Folhapress.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121