03/06/2018 às 09:16h
Crise? Que crise? Rodrygo faz três e Peixe goleia o Vitória na Vila Belmiro

© Fornecido por Areté Editorial S/A Marco Galvão/Fotoarena

Na Vila Belmiro, o Santos findou a sequência de três derrotas seguidas no Brasileirão e bateu o Vitória, por 5 a 2, com direito a show de Rodrygo. O 'Rayo' santista marcou três e comandou a excelente atuação do Alvinegro em sua casa. Neilton, cria da base santista, descontou para o Rubro-Negro.

O clima, que era de tensão antes da bola rolar, foi amenizando a cada boa jogada do garoto santista. Renato e Gabigol aumentaram o placar e o zagueiro Ramon fechou o resultado no fim. O triunfo tirou o Peixe da zona de rebaixamento e o jogou para a 16ª colocação. O próximo compromisso é na quarta, contra o Corinthians, na casa do rival, em Itaquera. Já o Vitória, agora 17º, recebe a Chapecoense, no Barradão, em Salvador.

Chuva, Rayo e trovões...

A partida começou com certa dose de tensão. Torcida insatisfeita, ônibus com trajeto alterado para evitar confusões e muita chuva. Em campo, o time engrenou pouco a pouco. Com uma postura louvável, marcação alta e pressão constante. O primeiro gol veio logo aos 22 minutos. Gabigol e Victor Ferraz protagonizaram ótima tabela, após lançamento longo de Renato e o lateral cruzou para Dodô. No rebote, Rodrygo marcou. Três minutos depois, Diego Pituca lançou e, em velocidade, o 'Rayo' fez o que quis com a defesa do Vitória, era segundo dele. O jogo ainda lhe reservava mais gol e assistência antes de deixar o gramado ovacionado pela torcida no fim do segundo tempo.

Pela paz!

Em rápido contra-ataque, aos 30, Gabriel tocou para o Rayo, que driblou um zagueiro e o goleiro antes de fazer o seu terceiro, carregando a bola até o gol completamente livre. Abraçado efusivamente depois de todos os gols, o técnico Jair Ventura ainda viu Pituca cruzar pela direita para Renato ampliar o placar. A paz, finalmente, era selada na Vila. Na arquibancada, a essa altura a torcida já havia se esquecido dos protestos e apoiava o time de maneira efusiva.

Assistência do 'Rayo' e gol do 10

A ideia do Santos parecia ser de administrar a vantagem construída na primeira etapa, algo que possibilitou ao Vitória marcar seu primeiro gol, com Neilton, cria da base santista, depois de boa tabela com André Lima. Mas, no embalo da torcida, o Santos acabou ampliando o placar. Depois de linda defesa de Vanderlei, a bola sobrou para Rodrygo no campo de ataque e o camisa 43 deu lindo lançamento para Gabigol partir em velocidade e bater no canto esquerdo do goleiro. Ramon, aos 38, ainda fez mais um para o vitória, em bonito chute de dentro da área.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 5 X 2 VITÓRIA

Local:

Vila Belmiro, Santos (SP)

Data-Hora: 3/6/2018 - 16h

Árbitro: Rodrigo D'alonso Ferreira (SC)

Assistentes: Helton Nunes e Alex dos Santos (ambos de SC)

Público/renda: 3.887 pagantes/R$ 82.830,00

Cartões amarelos: Wallyson, Rodrigo Andrade e Kanu (VIT)

Cartões vermelhos: -

Gols: Rodrygo (22'/1ºT) (1-0), Rodrygo (25’/1ºT) (2-0), Rodrygo (30’/1ºT) (3-0), Renato (44’/1ºT) (4-0), Neilton (17'/2ºT) (4-1), Gabigol (28'/2ºT) (5-1), Ramon (38'/2ºT) (5-2)

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo (Gustavo Henrique, aos 32'/2ºT), David Braz e Dodô; Diego Pituca, Renato e Jean Mota; Rodrygo (Copete, aos 35'/2ºT), Eduardo Sasha (Léo Cittadini, aos 28'/2ºT) e Gabigol. Técnico: Jair Ventura.

VITÓRIA: Elias; Lucas, Kanu, Aderllan e Pedro Botelho; Rodrigo Andrade (Ramon, intervalo), Uillian Correia (Lucas Marques, intervalo) e Rhayner; Lucas Fernandes (André Lima, intervalo), Neilton e Wallyson. Técnico: Vagner Mancini.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121