26/05/2018 às 09:25h
Corpo de Bombeiros orienta população a não estocar combustível em casa

Valquiria Castil, repórter do GD


Juliano Mendes/Estadão Conteúdo

Após um princípio de incêndio ocorrido na noite desta sexta-feira (25), em Cuiabá, por conta de armazenamento irregular de combustível em uma casa, o Corpo de Bombeiros emitiu um alerta à população para não realizar a estocagem sem os procedimentos padrões e aprovação do próprio órgão.

A estocagem seria em razão da greve dos caminhoneiros que resultou na falta de combustível nos postos de gasolina. O incidente foi registrado na casa de um sargento aposentado da Polícia Militar, localizada no bairro CPA 2. A vítima armazenava 2 galões de 20 litros de gasolina na edícula aos fundos da residência.

Segundo o Corpo de Bombeiros, não havia ninguém no local e vizinhos conseguiram controlar as chamas. A equipe fez o rescaldo e orientou aos moradores sobre os procedimentos adequados para a armazenagem de combustível.

Ao Gazeta Digital, o tenente Felipe Sabóia, do Batalhão de Emergências Ambientais, foi enfático ao dizer que a população não deve estocar combustível em casa. “O correto é não fazer essa estocagem seja em domicílios ou em comércios. As pessoas não tem o hábito de fazer essa armazenagem e quando o fazem utilizam processos inadequados e acabam correndo riscos desnecessários”, pontua.

Estadão Conteúdo

Para se manusear produtos inflamáveis é necessário seguir padrões tanto de transporte quanto de armazenamento.

“Geralmente, fazendeiros já tem o costume e locais apropriados para armazenar combustível, como tanques específicos. No entanto, quando se trata de pequenas quantidades o transporte deve ser feito em recipientes com selo do Inmetro. Em todos os casos a armazenagem só é permitida com a aprovação do Corpo de Bombeiros”, ressalta Saboia.

O tenente explica os riscos que se corre ao fazer uma armazenagem irregular de combustível em casa por conta da alta inflamabilidade e evaporação que pode gerar a combustão. “É semelhante ao gás de cozinha. Qualquer centelha, faísca, até mesmo a eletricidade estática pode causar a ignição. Além de provocar queimaduras, a evaporação pode causar intoxicação respiratória”, alerta.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121