26/04/2018 às 11:34h
Cruzeiro faz 7 x 0 na Universidad do Chile no Mineirão e reage na Libertadores
Jogadores do Cruzeiro comemoram durante vitória sobre a Universidad de Chile© Gazeta Press Jogadores do Cruzeiro comemoram durante vitória sobre a Universidad de Chile

Cruzeiro espantou a má fase em grande estilo nesta quarta-feira. A equipe recebeu a Universidad de Chile no Mineirão e goleou por 7 a 0, pela quarta rodada do grupo 5 da Copa Libertadores.

Thiago Neves, Rafinha e Sassá, de pênalti, encaminharam o triunfo no primeiro tempo. Os visitantes ainda ficaram com dois atletas a menos depois das expulsões de Vilchez e Echeverría, e a equipe da casa aproveitou para ampliar a vantagem com Arrascaeta, Sassá, Thiago Neves e Rafael Sobis.

Com o resultado, o Cruzeiro, que vinha de duas derrotas no Brasileirão e três jogos sem vencer e sem ir às redes, soma seu primeiro triunfo na competição continental e fica com cinco pontos, na segunda colocação. Os chilenos, também com cinco unidades, caem para terceiro devido ao saldo de gols (5 a -6).

O líder Racing (sete pontos) ainda visita o lanterna Vasco (um) nesta quinta-feira.

Pela próxima rodada da chave, o Cruzeiro irá a São Januário encarar o Vasco, na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília). Um dia depois, o Racing receberá a Universidad de Chile, às 19h15.

Antes disso, o time mineiro enfrentará o Internacional no Beira-Rio duelar com o Internacional, às 19h de domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

1º tempo: show de eficiência e atropelo mineiro

O show dos mandantes em Belo Horizonte começou logo aos 9min, quando Thiago Neves cobrou falta – que ele mesmo sofreu - no canto esquerdo de Johnny Herrera, abrindo o placar e inflamando o Mineirão.

A festa ficaria ainda maior oito minutos mais tarde. Sassá, em posição duvidosa, foi acionado por Thiuago Neves e finalizou por cima de Herrera. A bola não iria em direção do alvo, mas Rafinha apareceu para mandar para a rede.

Eficiente, a equipe da casa chegaria ao terceiro aos 43min. Após grande jogada de Thiago Neves, Arrascaeta foi derrubado por Vilches na área, e o árbitro Roddy Zambrano assinalou a penalidade. Sassá converteu a cobrança.

Antes do intervalo, a vida dos chilenos ficou ainda mais complicada. Vilches cometeu falta em Arrascaeta aos 45min, viu o segundo cartão amarelo – levou o primeiro no lance do pênalti – e acabou expulso.

2º tempo: virou goleada

A situação dos visitantes tornou-se mais delicada logo aos 3min. Echeverría derrubou Arrascaeta, foi punido com o segundo amarelo e deixou La U com apenas nove jogadores em campo.

O time de Mano Menezes aproveitou a vantagem numérica para transformar a vitória em goleada quatro minutos depois. Edílson levantou na medida da direita, e Arrascaeta finalizou de primeira no canto esquerdo do goleiro adversário.

Sassá quase fez mais um aos 11min, mas mandou para fora, após receber de Rafinha. Cinco minutos mais tarde, porém, o atacante encontrou a rede, após cruzamento de Egídio.

Os mineiros até viram Fábio trabalhar, mas não tiraram o pé do acelerador. Aos 27min, Arrascaeta recebeu ótimo passe de Lucas Romero e mandou à direita do alvo, tirando tinta do trave. Dois minutos depois, veio o sexto. Arrascaeta escapou da marcação, levantou, Lucas Romero desviou de cabeça e Thiago Neves completou para o fundo da rede.

A conta seria fechada aos 35min, com Egídio levantando da esquerda e Rafael Sobis se antecipando a Herrera para desviar para a meta. 

Que noite no Mineirão!

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 7 x 0 UNIVERSIDAD DE CHILE

 

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: 26 de abril de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Roddy Zambrano Olmedo (Equador)
Gols:
Thiago Neves – aos 9 do primeiro tempo e aos 29 do segundo tempo
Rafinha – aos 17 do primeiro tempo
Sassá – aos 43 do primeiro tempo e aos 16 do segundo tempo
Arrascaeta – aos 7 do segundo tempo
Rafael Sóbis – aos 35 do segundo tempo
Cartões amarelos: Vilches (2), Echeverría (2) (La U); Henrique (Cruzeiro)
Cartões Vermelhos: Vilches, Echeverría (La U)

CRUZEIRO: Fábio; Edílson (Lucas Romero), Dedé, Léo e Egídio; Henrique (Ariel Cabral), Lucas Silva, Rafinha e Thiago Neves; Arrascaeta e Sassá (Rafael Sóbis). Técnico: Mano Menezes

UNIVERSIDAD DE CHILE: Herrera; Jara, Vilches, Echeverría, Matías Rodriguez, Reyes, Pizarro (Contreras), Beausejour, Araos, Soteldo (Rafael Caroca), Pinilia (Guerra). Técnico: Guilhermo Hoyos

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121