20/04/2018 às 06:31h
Polícia Civil prende autores de vídeo de tortura em Chapada dos Guimarães

Assessoria | PJC - MT


Dois jovens apontados como autores de um vídeo compartilhado via redes sociais, no qual um homem aparece sendo torturado em Chapada dos Guimarães (67 km ao Norte), foram identificados pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de quinta-feira (19.04). Fernando Duarte Figueiredo, 23, conhecido como “Índio”, e Orlei Campos Pinho, 24, foram autuados em flagrante pelo crime de integrar organização criminosa. Eles responderão também por tortura.

A apuração começou há cerca de dois meses, logo após a divulgação do ritual de tortura,  intitulado “salve”, em que criminosos submetem uma vítima imobilizada, a agressão física mediante pauladas e chutes, sob a justificativa de ser uma “pena ou disciplina”, para indivíduos que praticam delitos na região, contrariando assim o comando da suposta organização criminosa. 

As imagens dos criminosos circularam rapidamente entre moradores e comerciantes de Chapada dos Guimarães, causando sensação de temor por parte da população. 

Com análises do vídeo e áudio gravado, oitiva da vítima, entre outros indícios, a Polícia Civil conseguiu a identificação e qualificação dos dois autores da tortura.

O primeiro suspeito, Fernando, foi conduzido à Delegacia de Polícia pela Polícia Militar, na noite anterior, acusado de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, com numeração adulterada e associação criminosa. O segundo, Orlei Campos, foi preso pelos policiais civis numa rua próxima a Cadeia Pública da cidade.

Conforme o delegado, Sued Dias da Silva Junior, diante dos relatórios e provas que comprovam a integração de ambos com uma organização criminosa, fato esse considerado pela lei como crime permanente, os dois foram mantidos presos em flagrante delito. 

“Além do flagrante eles também serão indiciados no inquérito policial que trâmite na delegacia pelo crime de tortura. Após a confecção dos autos, os jovens foram apresentados para audiência de custódia, no Fórum da Comarca local, ficando à disposição da Justiça”, acrescentou.

Na audiência de custódia, os  dois tiveram a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva pelo Poder Judiciário.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121