08/04/2018 às 07:24h
Cruzeiro vence Atlético no Mineirão e é campeão estadual após 4 anos
ESPN


Jogadores do Cruzeiro comemoram durante vitória sobre o Atlético-MG© Gazeta Press Jogadores do Cruzeiro comemoram durante vitória sobre o Atlético-MG

Com virada, gol no início e expulsão. Foi dessa forma que o Cruzeiro voltou a vencer o Campeonato Mineiro pela primeira vez desde 2014.

Após ter perdido o primeiro jogo da final para o Atlético-MG por 3 a 1, a equipe celeste assegurou a taça pela 37ª vez em sua história ao triunfar por 2 a 0 no Mineirão, neste domingo. De Arrascaeta abriu o placar logo aos 3min do primeiro tempo, enquanto que Thiago Neves fechou a conta aos 7min da etapa final.

Por outro lado, após ter conseguido abrir 3 a 0 no primeiro tempo no duelo do Independência, o Atlético viu o sonho da 45ª taça no Mineiro acabar.

Vale lembrar que os comandados de Mano Menezes jogavam por resultados iguais no placar agregado por ter feito melhor campanha na fase classificatória.

Além do título em sim, o time celeste ainda encerrou um jejum em jogos de mata-mata contra o seu principal rival. Eram nove partidas nestas circunstâncias sem conseguir uma vitória, sendo cinco derrotas e quatro empates. O último triunfo ocorreu na decisão do Mineiro de 2013, por 2 a 1, placar insuficiente para impedir o título dos alvinegros, que tinham vencido no primeiro confronto por 3 a 0. No ano seguinte, os celestes até ficaram com o título estadual diante do Atlético, mas foi por meio de dois empates por 0 a 0 e o fato de ter conquistado a melhor campanha.

Agora, o Cruzeiro voltará sua atenção para a estreia no Campeonato Brasileiro diante do Grêmio, no Mineirão, às 16h (de Brasília). No mesmo dia e horário, o Atlético-MG visitará o Vasco no São Januário. Antes, a equipe duelará com o San Lorenzo na Argentina, às 19h15 de quarta-feira, pela Copa Sul-Americana.

1º tempo: Cruzeiro marca no começo e Edílson x Otero

Embalado por um Mineirão cheio, o Cruzeiro deixou o torcedor ainda mais empolgado logo aos 3min. Após boa defesa de Victor em finalização de Arrascaeta, Edílson pegou a sobra, deixou Otero no chão e levantou na cabeça de Arrascaeta, que desta vez venceu o goleiro adversário.

O início do clássico ainda foi agitado por um clima de tensão dentro de campo. Edílson e Otero chegaram a se desentender, pouco antes de os visitantes quase empatarem em cobrança de falta para fora de Cazares.

Aos 21min, o nervosismo acabaria refletido em uma expulsão. Edílson deixou o pé no alto em disputa, mas sem acertar Otero, que agrediu o adversário ao levar o braço no rosto dele. Cartão vermelho para o atleticano. O lateral celeste recebeu o amarelo.

Posteriormente, o ritmo diminuiria. Aos 30min, Victor foi bem em cobrança de falta de Thiago Neves. Quatro minutos depois, Fábio defendeu chute de Ricardo Oliveira e deixou a bola escapar. A sorte dele foi que o árbitro não percebeu que a bola saiu em escanteio.

2º tempo: Thiago Neves marca, e Cruzeiro é campeão

O time mandante voltou animado para a etapa final e quase marcou com um 1min em cabeceio de Mancuello em cobrança de escanteio. Seis minutos depois, porém, a bola encontraria a rede. Robinho cruzou rasteiro da direita, Thiago Neves se antecipou à marcação e completou para o fundo do alvo.

No restante do confronto, o Atlético até tentou sair mais, porém foram poucos lances de perigo. Os alvinegros ainda tiveram outro jogador expulso nos acréscimos: Patric recebeu o segundo amarelo. Assim, a equipe celeste não teve tantas dificuldades em manter a vantagem e soltar o grito de campeão mineiro após quatro anos de espera.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121