25/03/2018 às 10:42h
Justiça suspende reajuste de 11,98% nos salários de militares
JUDICIARIO

GD


A desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos, da Turma de Câmaras Cíveis Reunidas de Direito Público e Coletivo, suspendeu o reajuste salarial de 11,98% aos praças militares (cabos e soldados da Polícia e Bombeiro Militar de Mato Grosso) referentes a perdas salariais da conversão do Cruzeiro Real para URV.

Chico Ferreira

A decisão atende a um pedido de rescisão feito pelo governo do Estado sobre uma ação que reconheceu o direito do recebimento pelos servidores, e que tramita na 3ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça (TJ-MT).

A concessão da URV aos praças militares geraria um grande impacto nas finanças do Estado.

Isso porque, com a previsão de pagamento retroativo, o Estado teria que desembolsar cerca de R$ 200 milhões para cumprir a decisão.

A decisão, proferida na última sexta-feira (23) em sede de tutela provisória de urgência, é liminar.

Mesmo com a suspensão do reajuste, o mérito da questão ainda será julgado pelos demais desembargadores da Turma de Câmaras Cíveis Reunidas de Direito Público e Coletivo.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121