22/03/2018 às 01:01h
DEM foi mais fiel a Pedro Taques que o PSDB, afirma Dal Bosco

Pablo Rodrigo/GD


O ex-líder do governo Pedro Taques (PSDB) na Assembleia Legislativa (ALMT), deputado Dilmar Ba'Bosco (DEM), rebateu as críticas feitas pelo deputado Wilson Santos (PSDB), que classificou o afastamento de algumas lideranças políticas do governo Taques por terem perdido seus "esquemas".

"Essa carapuça não serve para os Democratas. Nós apoiamos esse governo desde o início, só que agora decidimos crescer o partido para apresentar o nosso projeto", disse Dal Bosco.

Segundo o democrata, o DEM nunca exigiu participação no governo e sempre foi fiel a Taques dentro da Assembleia Legislativa. "Aliás, o DEM foi muito mais fiel e defensor desse governo, que o próprio partido dele [Wilson Santos], que está aí questionando o governador", afirmou ao falar das divergências internas do PSDB com o governo Taques.

Para Dilmar essas declarações não ajudam o governo em nada, e, que poderá complicar a relação do governador com os demais partidos. "Não é esse tipo de postura que esperamos ouvir nesse momento".

Dal Bosco diz que sua saída da liderança foi necessária para o momento em que o DEM vive, já que as direções municipais e estadual serão aprovadas provisoriamente com a chegada dos novos filiados.

"Esse momento não é para definir nada eleitoral, e sim fortalecer os partidos. Nós só podemos trabalhar para o DEM. Agora se o PSDB, o PSD ou outro partido querem continuar do jeito que está, não é problema nosso. Nós queremos é crescer".

Wilson Santos disse no início da semana que os líderes que estão se afastando do governo “estavam acostumados com tipo de jogo e esquema onde aproveitavam do Estado”.

Já Max Russi (PSB) que também retornou para o Legislativo, chegou a dizer que o DEM possui 50 indicações do governo Taques.

Nas últimas semanas o DEM vem se afastando do governo Taques com o discurso de candidatura própria, impulsionados pela pré-candidatura à presidência da República de Rodrigo Maia (DEM/RJ).

O desejo ainda aumentou quando o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, decidiu se filiar na sigla, ato ocorrerá nesta sexta (23), além do nome do ex-senador Jayme Campos. Ambos aparecem bem posicionados nas pesquisas internas. 

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121