01/03/2018 às 04:29h
Veículos são apreendidos com quadrilha que roubava, receptava e adulterava

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária civil iniciou, na noite de quarta-feira (28), a desarticulação de uma associação criminosa especializada em roubos, receptações, adulterações de  veículos  e falsificação de documentos. Nos trabalhos de investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), três veículos foram recuperados e um integrante da organização foi preso.

Um veículo Ford KA, locado por uma mulher, que era usado pela quadrilha, também foi apreendido. A Polícia Civil procura a locatária, que até o momento não foi  localizada.

De acordo com a investigação, a quadrilha usava um galpão, que fica em uma rua paralela a Avenida Miguel Sutil, no bairro Araés, para esconder os veículos roubados, que depois eram descaracterizados e levados para a fronteira as caminhonetes e os modelos pequenos revendidos no mercado interno.

No local, os policiais encontraram três veículos roubados recentemente e dezenas de placas de identificação de veículos, algumas relacionadas a carros roubados e outras utilizadas para descaracterizar os veículos subtraídos (clones), e ainda um bloqueador de sinal ou de rastreador.

Os veículos encontrados são duas caminhonetes Toyota/Hillux, sendo uma - ano 2016/2017 - prata, roubada no bairro Santa Helena, no dia 16 de janeiro de 2018; e outra - ano 2017/2017 - branca, roubada na Avenida  Miguel Sutil, bairro Consil, no dia 24 de fevereiro. O terceiro veículo é um Polo modelo novo, branco, zero km, que ainda estava sem o emplacamento.  Todos os veículos já estavam com placas falsas (adulteradas).

Conforme os policiais, no momento da incursão policial, dois integrantes da quadrilha conseguiram fugir. Mas, pouco depois,  os investigadores localizaram um terceiro integrante, Adenir Benedito da Mata, popular “Nil do Areão”, que foi preso no bairro Areão, na capital.

A investigação demonstra que Adenir era o responsável pela locação do imóvel (galpão) utilizado pela quadrilha para ocultar os veículos. Documentos utilizados por ele, contendo sua fotografia na identidade (RG), mas com outros dados (documento público falso) comprovam a participação dele nos crimes.

Entrevistado pelos policiais, o suspeito admitiu, informalmente, sua participação na quadrilha e esclareceu sua função no grupo, afirmando ser o responsável pelas fraudes documentais e adulterações dos veículos.

O delegado adjunto da Derrfva, Marcelo Martins Torhacs, informou que os policiais  trabalham, nesse momento, para localizar os demais integrantes da quadrilha, que estão foragidos.

“A Polícia Civil espera que, diante da gravidade dos fatos investigados e dos antecedentes do autuado, ele seja mantido preso. Está claro que são profissionais do crime. Os investigados não possuem ocupações lícitas. Quando não estão presos, estão praticando crimes, tratando-se de indivíduos socialmente nocivos, que desestabilizam a ordem pública”, ressaltou o delegado Marcelo Torhacs.

Passagens

O preso Adenir Benedito da Mata é conhecido da Polícia Civil. No final de agosto de 2017, foi preso com outros dois homens pela equipe da Derrfva , pela prática de crimes com o mesmo modo de agir: roubos e receptações de veículos, adulterações de sinais identificadores e falsificações de documentos públicos. Naquela ocasião, foram apreendidos vários documentos públicos falsos (CNH’s, RG’s) com fotografias de Adenir, mas com nomes falsos.

Tanto Adenir como vários de seus comparsas possuem vasta ficha de antecedentes criminais. Alguns já são reincidentes.

“Não há dúvida que estamos lidando com uma associação criminosa bem articulada, integrada por indivíduos experientes na criminalidade, os quais vêm reiterando, de maneira frequente, a prática de crimes graves, como roubos, receptações, adulterações de veículos e falsificações de documentos”, disse Marcelo Martins Torhacs.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121