01/03/2018 às 04:21h
Diretor corintiano sonha com Balotelli: 'Não adianta trazer um Kaká, que nunca teve problema'
ESPN

Balotelli em ação pelo Nice© Getty Balotelli em ação pelo Nice

Atacante, reconhecido mundialmente e, de certa forma, polêmico. 

Em 2007, de volta ao Corinthians, o diretor de marketing Luis Paulo Rosenberg pensa em um novo símbolo para o ataque do clube. Alguém que pudesse repetir o sucesso que Ronaldo teve há quase 10 anos. O nome sonhado? Mario Balotelli.

"Ronaldo, além de ser um craque surpreendente, a história dele é a cara do Corinthians. Cresce, cai, tem a contusão, volta, isso faz dele um ser humano", disse o dirigente corintiano, em entrevista ao site GloboEsporte.com.

"Compara com a trajetória do Kaká. Aquela coisa bonitinha, tudo certinho, nunca teve problema na vida. Isso não é Corinthians, não adianta eu trazer um Kaká, não vai ter identificação com a torcida. Acho difícil existir um (hoje, que se encaixe no perfil do Ronaldo). Vai, se você quer, um parecido é o Balotelli", seguiu Rosenberg.

Mas o dirigente tratou de acalmar os ânimos sobre um possível interesse no atacante italiano. "Isso seria bem corintiano, vai e volta, cresce, briga, tem personalidade. Mas é inacessível", completou.

A explicação é simples. Apesar de ter contrato somente até a metade do ano com o Nice, Balotelli recebe cerca de 5,4 milhões de euros por ano (R$ 1,8 mi por mês ou R$ 21,6 mi por ano). 

Ele chegou ao clube francês em 2016, após o término de seu vínculo com o Milan. Aos 27 anos, ele esteve em campo 57 vezes e marcou 38 gols com a camisa do Nice.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121