25/02/2018 às 10:22h
Na era do Palmeiras milionário, Corinthians faz com rival o que não conseguia há quase 33 anos
ESPN

No início de 2017, Palmeiras e Corinthians pareciam distantes como não acontecia há um bom tempo no clássico. O clube alviverde era o atual campeão brasileiro, em momento privilegiado financeiramente e sem medir gastos para se reforçar. Desde então, no entanto, foram quatro dérbis, e a equipe alvinegra venceu todos, em sequência que não conseguia há quase 33 anos.

A série foi completada com o triunfo por 2 a 0 na Arena, no primeiro duelo desta temporada. Em 2017, foram três clássicos, com vitórias do Corinthians por 1 a 0, 2 a 0 e 3 a 2. A última vez que a sequência ocorreu em favor do lado alvinegro da rivalidade, foi entre 1983 e 1985, com placares de 1 a 0 (1983), 2 a 0 (1984), 2 a 1 (1984) e 1 a 0 (1985).

Nos clássicos do último ano, o Palmeiras era grande favorito principalmente no Paulista, já que vinha embalado pelo título nacional de 2016 e reforçado com nomes como Felipe Melo, Alejandro Guerra e Miguel Borja – esse último chegou pouco antes do clássico, sem tempo para estrear. O Corinthians, por sua vez, foi visto como “quarta força” no estado.

Dentro de campo, contudo, o time de Fábio Carille, o treinador nas últimas quatro vitórias consecutivas, venceu mesmo jogando com um a menos – depois de um erro bisonho do árbitro Thiago Duarte Peixoto, que expulsou Gabriel após confundi-lo com Maycon – graças a um gol de Jô já nos minutos finais do duelo que aconteceu também na Arena.

Nos outros dois encontros de 2017, o Palmeiras já não era mais tão favorito, visto que o Corinthians embalou e era o líder do Brasileiro nas duas ocasiões. Primeiro, vitória em pleno Allianz Parque, por 2 a 0; depois, 3 a 2 na Arena, em dérbi com cara de decisão – a equipe alviverde se aproximou na classificação e também sonhava com o título da Série A.

Embora a sequência de quatro vitórias consecutivas no clássico não acontecesse desde 1985 para o Corinthians, o Palmeiras conseguiu somar essa série há menos tempo. Entre 2007 e 2008, também foram quatro triunfos alviverdes, com um 3 a 0 no Paulista de 2007, dois 1 a 0 no Brasileiro daquele ano e um novo placar mínimo do Estadual de 2008.

Nesse período de mais de três décadas, porém, nenhum dos dois rivais conseguiu acumular mais que quatro vitórias consecutivas, algo que o Corinthians pode buscar no próximo dérbi.

Um novo triunfo, aliás, empataria, nas contas alvinegras, o placar histórico do clássico. Segundo o Corinthians, o retrospecto do encontro é de 124 vitórias suas, 125 do Palmeiras e 106 empates em 355 jogos – os números alviverdes, no entanto, são diferentes.


Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121