22/01/2018 às 06:13h
Enteada é presa por mandar matar padrasto a tiros para ficar com a casa dele

Keka Werneck/ GD


Internauta

Corpo foi encontrado na garagem

Acusada de ter mandado matar o padrasto para ficar com a casa dele, Andréia Paula de Carli, 36, moradora de Várzea Grande, foi presa na manhã desta segunda-feira (22), por ordem judicial, 5 meses após o crime.

O padrasto dela, Nivaldo Francisco Araújo, 58, salgadeiro, foi assassinado com 4 tiros nas costas na garagem da casa dele, no bairro Cristo Rei, por volta das 6h da manhã de uma terça-feira, dia 8 de agosto do ano passado.

Divulgação


As investigações do caso são conduzidas pela delegada Ana Cristina Feldner, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). "A suspeita é forte, os próprios familiares apontam o nome dela como mandante e ela mesmo já tinha feito ameaças", diz a delegada.

Trata-se de uma prisão temporária e a delegada explica que, após meses de investigação, precisa dela detida, para fechar o inquérito. Andréia será ouvida em depoimento na tarde desta segunda-feira, na DHPP.

A polícia ainda não identificou os autores dos disparos, que chegaram no local do crime de moto, atiraram e fugiram. No depoimento, a expectativa é que Andréia confesse o crime e aponte o nome deles.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121