21/01/2018 às 11:11h
Sem Neymar, PSG sofre gol no último minuto e perde para Lyon

O Paris Saint-Germain conheceu sua segunda derrota no Campeonato Francês. Neste domingo, sem Neymar, os comandados de Unai Emery foram surpreendidos pelo Lyon e terminaram derrotados por 2 a 1, com dois golaços do time da casa. Com um tento no primeiro e outro no último minuto do jogo, a equipe do Lyon ainda contou com a lesão de Mbappé e a expulsão de Daniel Alves.

A ausência de Neymar, lesionado, foi mais uma vez muito sentida, principalmente depois que o PSG se viu atrás do placar logo no primeiro minuto. O ataque poderoso do time comandado por Unai Emery não conseguiu se sobressair sobre o Lyon, muito consistente na defesa e letal. No último minuto, Depay marcou um gol de placa para garantir o triunfo.

Na próxima partida, possivelmente com o retorno de Neymar, o PSG recebe o Montpellier, para manter a liderança isolada do Francês. Já o Lyon enfrenta o Bordeaux.

O JOGO

Não deu nem tempo dos times entrarem no ritmo da partida e o Lyon já abriu o placar. Logo no primeiro minuto, Fekir fez questão de dar o cartão de visitas ao goleiro Aréola. Em cobrança de falta da intermediária, o principal destaque da equipe da casa optou por bater direto para o gol, enquanto o arqueiro do Paris Saint-Germain estava esperando o cruzamento. O resultado foi um belíssimo gol de Fekir, ajudado pela falha de Aréola, para abrir o placar.

A liderança do placar logo no início do jogo fez com que o Lyon mudasse completamente a postura. A marcação e a postura defensiva se tornaram prioridade e, assim, o time da casa criou grandes problemas para o poderoso ataque do PSG, que não contou com Neymar, segundo o clube, por conta de uma lesão.

Depois de ameaçar duas chances de gol, a primeira defesa efetiva de Anthony Lopez aconteceu apenas aos 11 minutos. Em jogada ensaiada, Dí Maria lançou para Cavani, que desviou de cabeça, mas sem sucesso. A grande chance do primeiro tempo veio seis minutos depois. Desta vez, Lopez foi providencial para evitar o empate. Daniel Alves levantou para área, Morel tentou afastar, mas cabeceou contra a própria meta, obrigando a intervenção do goleiro.

Os primeiros 45 minutos ainda ficaram marcados pela lesão de Mbappé. O jovem francês levou a pior em dividida e teve um sangramento na cabeça. Além disso, o atacante ficou caído no gramado, de início até em situação mais preocupante. Com o passar dos minutos, a situação pareceu ter se acalmado, mas saiu de maca e foi substítuído por Draxler.

A defesa do Lyon, muito eficaz no primeiro tempo, vacilou nos acréscimos e deu chance para o PSG, que empatou o duelo com um golaço de Kurzawa. Aos 47 minutos, o lateral aproveitou o cruzamento de Daniel Alves e pegou um chute de primeira, “sem pulo”, para empatar.

O início de segundo tempo do Paris foi uma pequena amostra das atuações do time na temporada. Foram três chances em menos de 10 minutos, sendo a principal delas com Verrati, que não conseguiu completar o cruzamento rasteiro de Di María.

Aos 11 minutos, grande parte do potencial ofensivo do PSG, que criava as principais chances nas subidas de Daniel Alves, perdeu o jogador brasileiro, expulso. O lateral não concordou com a marcação de falta do árbitro e se exaltou na reclamação, recebendo o cartão vermelho.

Depois de poucas chances realmente claras, o lance capital aconteceu já nos acréscimos. Mamphis Depay carregou a bola e acertou um chute excepcional, sem chances para Aréola, que garantiu a vitória do Lyon sobre o PSG, em casa.

Monaco vence e mantém sonho de título vivo

O Monaco fez o dever de casa e venceu o lanterna do campeonato, Metz, por 3 a 1. O destaque ficou por conta do gol de Jorge, que abriu o placar. Ghezzal e Rony Lopes anotaram os gols da vitória; Niane descontou para os visitantes.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121