26/12/2017 às 10:58h
Lugano assume choro e diz estar mais próximo do São Paulo


O uruguaio Lugano ainda não decidiu qual será sua ocupação nos próximos meses, mas sinalizou que está mais próximo de aceitar a proposta do São Paulo para assumir um cargo de dirigente do que prosseguir sua carreira como jogador em algum outro clube do exterior.

Em entrevista para o jornal ‘El Observador’, do Uruguai, o ídolo são-paulino afirmou ter chorado por conta das inúmeras demonstrações de carinho dos torcedores e, mais uma vez, prometeu tomar sua decisão nos próximos dias.

- O mais próximo que me encontro no futebol é com a proposta do São Paulo para trabalhar na gerência esportiva, mas também tenho muitas dúvidas sobre estar preparado e isso me atrapalha um pouco neste momento de aceitar porque têm uma expectativa muito grande em cima da minha figura, e vou começar isso do zero, afirmou o zagueiro.

Campeão da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes vestindo as cores do São Paulo em 2005, o jogador recusou uma festa de despedida da diretoria tricolor. O uruguaio fez sua última partida pelo clube do Morumbi no dia 3 de dezembro, contra o Bahia. O estádio recebeu mais de 60 mil torcedores para dar um até logo ao ídolo, que segurou o choro pela emoção.

- Chorei, mas só no quarto. Meus companheiros fizeram um vídeo para a preleção do último jogo e não me disseram nada. Foi um momento muito especial porque interno, somente entre nós e todos me olhavam para ver se eu chorava. E eu lhes dizia: ‘Não, não vou chorar, em todo caso vou chorar no meu quarto ou na minha casa, mas nunca vão me ver chorando’. E não chorei diante deles, confessou o jogador.

Depois de voltar ao Uruguai e conversar com seus familiares e amigos sobre o futuro, Lugano sabe que será difícil escolher um caminho para o seu futuro. Por um lado, o zagueiro se sente em plena forma física e sabe que ainda pode jogar em alto nível por uma ou duas temporadas. Por outro, sente que o momento de aposentar as chuteiras se aproxima e a proposta do São Paulo é extremamente atraente.

- Tenho duas opções: trabalhar no São Paulo na gerência esportiva, algo que recebo como um reconhecimento muito grande; outra seria seguir jogando em algum mercado um pouco mais distante, que seria outra experiência, algo que eu e a minha família gostaria porque nos permitiria conhecer outras culturas, disse o ídolo tricolor.

- Aos 37 anos e com uma vida esportiva muito bem vivida, te movem as experiências culturais. Por isso, estou pensando. Não tenho nada decidido e considero que nas próximas semanas tomarei um caminho, ou o caminho me tomará. Creio que deva ir por esse lado: um caminho vai me agarrar, concluiu o zagueiro, sinalizando que a dúvida ainda habita seus pensamentos.

Em janeiro, Lugano tem compromissos comerciais a serem realizados em São Paulo. Embora a expectativa fosse de que o jogador tivesse tomado uma decisão antes do Natal, a esperança é de que o ídolo fale publicamente sobre o assunto antes de retornar o Brasil na primeira quinzena do mês que vem. Enquanto isso, os torcedores e dirigentes do Tricolor lidam com a dúvida.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2018 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121