08/12/2017 às 06:27h
Guerrero é suspenso pela Fifa por um ano por doping e fica fora da Copa
ESPN

A Fifa suspendeu nesta sexta-feira o atacante Paolo Guerrero por um ano depois do jogador ser flagrado em exame antidoping em jogo da seleção peruana pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, em 5 de outubro, na Argentina. 

A suspensão começa a valer a partir de 3 de novembro de 2017, que é a data que ele foi suspenso preventivamente pela primeira vez. Como o gancho irá durar até novembro de 2018, o experiente jogador está fora do próximo Mundial, perdendo a chance de jogar o torneio pela primeira vez na carreira.

"O jogador testou positivo para o metabólito da cocaína Benzoilecgonina, uma substância incluída na lista proibida da Wada de 2017 sob a classe 'S6. Estimulantes'. [...] Por testar positivo para uma substância proibida, o jogador violou o artigo 6 das Regras Antidoping da Fifa e, também, infringiu o artigo 63 do Código Disciplinar da Fifa", explicou a entidade máxima do futebol. 

O julgamento foi realizado em primeira instância, cabendo ainda recurso ao TAS (Tribunal Arbitral do Esporte), na Suíça, por parte da defesa do atleta.

A quantidade de metabólito de cocaína encontrada na urina de Guerrero é considerada pequena. Os exames mostraram apenas 72 nanogramas por mililitros, o que a Fifa considerou factível com a versão apresentada pelo atleta de que tomou apenas um chá antigripal. 

No entanto, a pena de um ano é a mínima prevista para casos positivos da droga. 

Pesaram a favor do atleta, além dele ter admitido que tomou o chá, o fato de ele não ter sido testado com a substância em nenhum outro momento de sua carreira.

Guerrero tem contrato com o Flamengo até agosto de 2018. De acordo com informações publicadas no jornal Extra e confirmadas pela ESPN na última terça, a diretoria do time rubro-negro pensava em rescindir o contrato do centroavante caso ele recebesse uma punição severa, como de seis meses a um ano fora dos gramados. Agora, a saída do camisa 9 deve ser confirmada pelo Fla. 

Confira o comunicado da Fifa:

Em 7 de dezembro de 2017, o Comitê Disciplinar da Fifa decidiu, após analisar todas as circunstâncias específicas do caso, suspender o jogador peruano Paolo Guerrero por um ano. O jogador testou positivo para o metabólico da cocaína Benzoilecgonina, uma substância incluída na lista proibida da Wada de 2017 sob a classe "S6. Estimulantes", depois de um teste de controle de doping conduzido após o jogo das eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 na Rússia jogado em Buenos Aires, Argentina, em 5 de outubro de 2017.

Por testar positivo para uma substância proibida, o jogador violou o artigo 6 das Regras Antidoping da Fifa e, também, infringiu o artigo 63 do Código Disciplinar da Fifa.

O período da suspensão começa em 3 de novembro de 2017, a data no qual o jogador foi suspenso provisoriamente pelo presidente do Comitê Disciplinar da Fifa. Em acordo com o artigo 29 das Regras Antidoping da Fifa, a suspensão cobre, entre outras coisas, todos os tipos de jogos, incluindo domésticos, internacionais, asmistosos e jogos oficiais. Os temos da decisão foram devidamente notificados hoje.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121