23/11/2017 às 10:26h
Lava Jato prende ex-chefe da Casa Civil do governo Cabral

Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira, 23, o ex-secretário da Casa Civil do governo de Sérgio Cabral(PMDB) Régis Fichtner em mais um desdobramento da Operação Lava Jato. Fichtner é suspeito de receber cerca de R$ 1,6 milhão em propina. Além dele, a PF também prendeu o empresário Georges Sadala Rihan. Ambos são acusados de integrar o esquema que culminou na prisão de Cabral, no ano passado.

Os engenheiros Maciste Granha de Mello Filho e Henrique Alberto Santos também são procurados pela polícia, sob acusação de receberem propinas oriundas do esquema montado pelo governo Cabral. Ex-dono da Delta Engenharia, o empreiteiro Fernando Cavendish, que cumpre prisão domiciliar, é alvo de condução coercitiva nesta operação.

O empresário Alexandre Accioly, dono da rede de academias Body Tech, foi intimado pela PF a depor. A polícia realizou buscas na casa dele na manhã desta quinta.

Essa ação é um desdobramento da Operação Calicute, que desmontou um esquema de corrupção na gestão do ex-governador Sergio Cabral.  Segundo as investigações, Régis Fichtner liberava verba de precatórios para pagar impostos de empresas devedoras do Estado enquanto era chefe da Casa Civil do governo Cabral.

O ex-chefe da Casa Civil da gestão Cabral é uma das pessoas que aparece na foto com um guardanapo na cabeça ao lado de Cavendish e outros secretários em Paris.

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121