20/11/2017 às 11:41h
Palmeiras falha na defesa, perde do Avaí e não alcança vice-liderança

O Palmeiras perdeu a oportunidade de alcançar a vice-liderança do Campeonato Brasileiro na noite desta segunda-feira, no fechamento da 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Atuando na Ressacada, o Verdão sofreu dois gols por falhas defensivas, reagiu, mas acabou derrotado por 2 a 1 pelo Avaí. Para o Leão, o triunfo representa novas esperanças de se salvar do rebaixamento.

O Verdão entrou em campo ressaltando a importância da partida em Santa Catarina e descartando qualquer clima de ‘campeonato encerrado’. No entanto, em campo, não foi o que se viu dos comandados de Alberto Valentim na etapa inicial.

Antes dos 15 minutos, o Palestra já havia arriscado cinco chutes de fora da área, mas todos sem perigo. Já o Leão encontrava enorme dificuldade em propor o jogo, uma vez que a equipe de Claudinei Oliveira é montada para buscar os contra-ataques.

A única real chance de gol aconteceu aos 16 minutos, quando Tchê Tchê arriscou nova finalização de média distância e carimbou o travessão de Kozlinski. Curiosamente, após o lance de perigo, o Palmeiras diminuiu a quantidade de chutes de fora área.

Com 20 jogados, foi o Avaí quem teve sua única oportunidade de marcar no primeiro tempo. Após duas tentativas frustradas de se aproveitar da linha defensiva alta do Palmeiras, Marquinhos recebeu às costas da zaga alviverde e partiu em velocidade. Yerry Mina se recuperou na marcação, mas o meia ainda fez o passe para Maurinho, que finalizou, mas Fernando Prass fez a defesa à queima-roupa.

O restante da etapa inicial foi apenas uma sequência de passes errados, que fizeram com que o Avaí se encurralasse no próprio campo defensivo. Assim, até o intervalo, o Verdão acumulou 63% de posse de bola, mas não conseguiu criar, muito por conta do posicionamento centralizado de Dudu, recuado de Moisés e dos 22 toques errados – o Avaí errou 16.

Linha alta faz Palmeiras sofrer dois gols; Verdão reage, mas não empata

© Fornecido por Gazeta Esportiva

Para o segundo tempo, o Avaí manteve a proposta de explorar a linha defensiva do Palmeiras e, desta vez, obteve resultado. Logo aos 11 minutos, o Leão roubou a bola no campo defensivo e Rômulo lançou Maurinho entre os zagueiros do Verdão. O meia dominou tirando de Fernando Prass, que derrubou o avaiano. Ricardo Marques Ribeiro marcou o pênalti e, na cobrança, Marquinhos bateu muito bem e abriu o marcador.

A tática dos mandantes deu resultado novamente aos 16 minutos. Yerry Mina errou passe no meio-campo e a bola sobrou para Maurinho, que driblou Michel Bastos. Assim, o Avaí avançou com quatro atletas contra três palmeirenses, que nada puderam fazer quando o garoto Lourenço foi lançado, ficou de frente para Fernando Prass e tocou para as redes, anotando seu primeiro gol como profissional.

Com o placar adverso, Alberto Valentim sacou Thiago Santos e promoveu a entrada de Willian, que passou a ocupar o lado esquerdo. A alteração melhorou o Palmeiras, que acertou a trave aos 28 minutos, quando Borja recebeu lançamento de Dudu, ganhou no corpo e rolou para Bigode, que finalizou no poste.

No minuto seguinte, Dudu trocou o lançamento pela finalização, voltou a arriscar de fora da área e dificultou o trabalho de Kozlinski. O goleiro espalmou para frente e Keno, em posição legal, cabeceou para a meta livre.

Valentim se animou com o tento, sacou Tchê Tchê da equipe e promoveu a entrada de Deyverson. Neste momento, o Palmeiras teve Moisés como único volante, Dudu centralizado, Keno pela direita, Willian na esquerda, e Borja e Deyverson dentro da área. Depois, Guerra entrou na vaga de Moisés, mas o Alviverde não teve forças para buscar o empate e acabou derrotado.

Com o resultado positivo em Florianópolis, o time catarinense continuou na 19ª posição, mas agora com 39 pontos, em empate triplo com Sport e Ponte Preta, um atrás do Vitória, o primeiro fora da zona de rebaixamento. Já o Palestra, classificado para a fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores, perdeu a chance de assumir a vice-liderança e ficou na terceira colocação com 60 pontos, um a menos que o Grêmio.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 2 X 1 PALMEIRAS 

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SP)

Data: 20 de novembro de 2017, segunda-feira

Horário: 20 horas (Brasília)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro – MG (FIFA)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo – MG (FIFA) e Sidmar dos Santos Meurer – MG (CBF)

Cartões amarelos: Fernando Prass e Willian (PALMEIRAS); Simião e Maurício Kozlinski (AVAÍ)

GOL:

AVAÍ: Marquinhos, aos 12 e Lourenço, aos 16 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Keno, aos 29 minutos da etapa final

AVAÍ: Kozlinski; Maicon, Fagner Alemão, Betão e João Paulo; Judson e Pedro Castro; Marquinhos e Maurinho (Simião); Rômulo (Lourenço) e Júnior Dutra (Luanzinho)

Técnico: Claudinei Oliveira

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Yerry MIna, Luan e Michel Bastos; Thiago Santos (Willian), Tchê Tchê (Deyverson) e Moisés (Guerra); Keno, Dudu e Borja

Técnico: Alberto Valentim

Espalhe por ai:
Link:
Publicidade
Power by
Todos os direitos reservados. 2009-2017 - Publicidade Nova Visão - CNPJ 07.296.611/0001-78. Jornalista responsável Jose Paulo Batista DRT MT- 000273 - Solange Priscila DRT MT- 002121